Processo de Cicatrização

Processo de Cicatrização

Nesse artigo você irá entender o que são cicatrizes, como se formam e como funciona o processo de cicatrização, além de conhecer as medidas terapêuticas mais comuns para suavizar as cicatrizes.

As cicatrizes que mais incomodam são aquelas que se tornam espessas ou muito aumentadas, às vezes até dolorosas, consequentes à cirurgias como a cesariana, por exemplo. A cicatrização na verdade é um processo natural, capaz de fechar qualquer lesão aberta no tecido do corpo.

 

Processo de Cicatrização

A cicatrização normal passa por três fases:

Na primeira, a inflamatória, há muitas células na área da lesão.

Na segunda, a fibroproliferativa, os fibroblastos produzem uma substância gelatinosa e várias proteínas, sendo a mais importante, o colágeno.

Colágeno

O colágeno tem a propriedade de unir tecidos entre si, e penetra naturalmente na lesão, dando origem a fibras que se tornam cada vez mais firmes, para formar a cicatriz.

Ao mesmo tempo, ocorrem a migração e proliferação das células na borda do corte, que se encarregam de regenerar a pele, fechando-o.

Na terceira fase, vem a maturação, o número de vasos sanguíneos e fibroblastos diminui consideravelmente, o que determinará a evolução da cor da cicatriz, que passa do avermelhado para o branco.

A duração deste processo varia de pessoa para pessoa e de acordo com o tipo de cirurgia, mas, em geral, o seu aspecto definitivo ocorre de 6 meses a um ano. Quando, no processo de evolução da cicatrização, forma-se uma linha mais grossa ou muito aumentada, às vezes até dolorosa, temos dois tipos de cicatriz:

Cicatriz Hipertrófica

Limitada à área do corte de aparência grossa e avermelhada, que pode involuir naturalmente de um a dois anos.

Quelóide

Ocorre quando a cicatriz ultrapassa ostensivamente a área do corte, invadindo a pele ao redor, com aspecto arredondado. Inicialmente róseo e mole, posteriormente se apresenta esbranquiçado, duro e sem elasticidade. Raramente involui espontaneamente e é extremamente doloroso.

 

Medidas Terapêuticas a serem tomadas

Abaixo, você pode conferir alguns exemplos de medidas para suavizar as cicatrizes

Compressão

Tratamento de Cicatrizes

O uso de placas especiais de silicone para comprimir a lesão pode apresentar bons resultados, de forma praticamente natural. Quando se coloca um anteparo sobre o local, a cicatriz parece “entender” que ali é o seu limite, e para de evoluir.

Muitas vezes, apenas comprimir com uma faixa ou curativo faz com que a cicatriz não avance e até regrida.

Corticoide Oclusivo

Aplicação de produtos oclusivos, sob orientação médica: em creme ou faixas que já contém o corticoide colocadas sobre o queloide. Esse método pode reduzir de forma significativa o problema.

 

Laser e Luz intensa pulsada

Técnica utilizada para diminuir a vascularização e o espessamento local. Ameniza a cor vermelha da cicatriz e diminui sua altura. Hoje em dia, O laser é considerado ideal para tratamentos dermatológicos vasculares, porque age seletivamente sobre a lesão sem prejudicar a pele, isto é, sem causar marca.

Trata-se de um aparelho com luz em comprimento de onda (600 nm a 700 nm) muito próximo ao da hemoglobina (substância que circula no sangue, dentro dos glóbulos vermelhos, e que é responsável pelo transporte de oxigênio em todos os tecidos do corpo humano) e que não atua sobre a melanina ( substância responsável pela coloração nos seres vivos). Por fazer evaporar a hemoglobina, é muito utilizado também nos hemangiomas (manchas cor de vinho na pele) e nas telangiectasias(vasinhos da pele no rosto), proporcionando um resultado final sem deixar marcas.

Já a luz intensa pulsada, atua num comprimento de onda de 560 nm, agindo especificamente sobre a hemoglobina (semelhante ao laser) destruindo-a com consequente diminuição da cicatriz ou do queloide.

Infiltrações de corticoides

image3

 

São injeções de cortisona que podem reduzir significativamente o queloide, especialmente os pequenos queloides e os que se formaram recentemente, por sua ação anti-inflamatória.

 

Se você quer se aprofundar mais nos seus atendimentos pós cirúrgicos, venha fazer uma reciclagem ou esclarecer todas as suas dúvidas no Curso Online de Drenagem Linfática.

São mais de 40 vídeo aulas com todos os movimentos passo a passo e explicações sobre as principais cirurgias plásticas.Durante o mês de abril o curso está com uma promoção ótima em comemoração à Páscoa. Saiba mais e matricule-se clicando aqui ou na imagem abaixo.

8. FB AD Drenagem Linfática


Free WordPress Themes