All posts by crismarques

Como controlar a Acne

Olá, nesse artigo eu quero falar sobre a Acne, você irá entender como ela se forma e o que podemos fazer para controlá-la. Apesar de ser uma patologia comum na adolesência, existem muitas mulheres adultas que tem problemas com a acne e procuram tratamentos estéticos, sendo assim vale muito a pena estar a par desse assunto.

Boa leitura e deixe o seu comentário ao final do artigo, ok?

 

O que é Acne

A acne é uma afecção da pele que ocorre­ pelo excesso de produção de sebo causado pela glândula sebácea e como consequência ocorre a infestação de bactérias como a Propionibacterium acne e o Demodex.

A acne afeta cerca de 80% da população de idade jovem.

Demodex folliculorum

Imagem do Demodex folliculorum

 

As causas do aparecimento podem ser:

Internas: São multifatoriais, por influência principal dos distúrbios hormonais.

Externas: acne causada por cosméticos inapropriados para o tipo de pele, pode causar comedões.

As consequências do surgimento da acne são:

  • Hiperatividade da glândula sebácea;
  • Queratinização folicular com obstrução dos óstios, resultando em comedões;
  • Proliferação de microorganismos, sendo particularmente infestados por Propionibacterium acne, Demodex e por fungos Pityrosporum ovale. Esses microorganismos produzem enzimas (esterases) capazes de hidrolisar os triglicéridos do sebo, liberando ácidos graxos livres, que são irritantes;
  • Inflamação, com aparecimento de pápulas e pústulas.
  • A atuação do profissional de estética com relação a acne restringe-se a minimizar seus efeitos pela orientação ao cliente e pela utilização de tratamentos e cosméticos adequados e específicos para cada uma das manifestações apresentadas.

 

Orientações Importantes:

É fundamental que o cliente não manipule comedões e pústulas, ocasionando lesões que poderão tornar-se cicatrizes profundas de acne.

Evitar o uso de cremes gordurosos, dando preferência a géis, fluidos ou loções sem óleo, oil free ou efeito mate.

O uso de esfoliantes podem ser úteis em alguns casos, em peles com comedões, sendo desaconselhável no caso de pústulas infamadas.

A higienização correta da pele com sabonete líquido e tônico adstringentes são essenciais.

 

 

Produtos e princípios Ativos  mais utilizados no tratamento estético da acne

Higienizantes: Utilizam-se em geral, tensoativos capazes de emulsionar o material gorduroso e as impurezas, removendo-os em seguida com água. Dá-se preferência aos tensoativos menos agressivos para a pele, como:

 

  • Anfóteros (betaína de coco);

Anfótero é uma molécula ou íon capaz de reagir sendo como um ácido ou uma base.

 

  • Não iônicos: Alquil poliglicosídeos (Plantaren, Glucam).

Nas formulações Higienizantes, além de tensoativos, são incluídos outros ativos, como substâncias esfoliantes, queratolíticas, anti-sépticas, calmantes e etc.

 

Esfoliantes: São sustâncias que promovem uma leve descamação das células epidérmicas mortas por meio de ação mecânica.

 

 

As principais são:

 

  • Microesferas de polietileno;
  • Pó de cavalinha – as folhas são ricas em óxido de silício, atuando como esfoliante suave. Pode ser adicionado a sabonetes cremosos no momento da aplicação;
  • Pó de semente de damasco – é igual ao apricot, casca de nozes ou outros.
  • Púmice – Consiste em um completo de silicatos de alumínio, potássio e sódio, cuja origem é vulcânica, encontrado principalmente no arquipélago grego;
  • Glicosferas de papaína.

 

 

Vamos entender o que significa o termo queratolítico?

 

Queratolíticos – significa “quebra” da queratina, ou seja, são substâncias capazes de desorganizar quimicamente a molécula de queratina, removendo as células epiteliais em alguns níveis, dependendo da concentração do ativo.

Pode-se obter essa ação com:

  • Resorcina ou solução de Jessner : possui ação queratolítica e provoca descamação;
  • Ácido salicílico: Também possui ação queratolítica;
  • Ácido glicólico: Enfraquece as ligações entre os corneócitos;
  • TCA:  O ácido tricloroacético, mais conhecido como ATA ou TCA, é uma solução ácida aquosa que possui efeito de ação caustica, muito utilizado por médicos para o tratamento de verrugas e lesões. Tem efeito queratolítico nas aplicações dos peelings químicos.

 

Ativos cosméticos cicatrizantes para regeneração do epitélio:

 

Alantoína – Princípio ativo encontrado no confrei, nas sementes de tabasco, na beterraba, no germe de trigo e na casca do castanheiro-da-índia. É também obtido, por síntese, do ácido úrico.

Tem ação cicatrizante e é muito utilizado para pós sol, pós barba, pós depilação e para peles sensíveis.

É calmante, aliviando o desconforto de irritações na pele

Como resultado de estudos, pode-se concluir que a alantoína tem efeito amaciante sobre os tecidos hiperqueratósicos em certas doenças de pele.

Em soluções e emulsão é utilizado em concentrações de 0,01 a 2%.

 

Aloe Vera – Conhecida no Brasil como babosa. Sinônimos: acibar, caraguatá. Partes usadas: mucílago das folhas.

Aloe vera possui propriedades hidrantantes, suavizante e cicatrizante, sendo muito utilizada para a cura de queimaduras.

A concentração varia de 1 a 10%.

 

 

Anti-inflamatórios e descongestionantes

 

  • Ácido glicirrízico – obtido do alcaçuz.
  • Alfa bisabolol – potente anti-inflamatório obtido da camomila.
  • Azuleno – princípio ativo encontrado no óleo da camomila.
  • Bardana – usa-se a raíz, folhas e sementes. Além de calmante, tem ação adstringente e antisséptica.
  • Calêndula – usa-se as flores e tem ação anti-inflamatória
  • Camomila – tem ação anti-inflamatória e calmante

 

 

Ativos cosméticos Anti-sépticos e adstringentes

Os adstringentes de um modo geral possuem ação cicatrizante e descongestionante.

São utilizados os seguintes princípios ativos, dentre outros:

  • Hamamélis
  • Gerânio
  • Tomilho
  • Arnica
  • Alecrim
  • Melaleuca
  • Epicutin
  • Óxido de zinco
  • Sulfato de zinco
  • Cânfora
  • Própolis

 

As funções desses ativos citados acima são:

Antissépticos, adstringentes, anti-inflamatórios e cicatrizantes. Possuem ação contra bactérias gram-positivas, gram-negativas e fungos.

 

 

Anti-seborréicos

São substâncias que atuam removendo a oleosidade excessiva e normalizam a secreção sebácea.

Para um tratamento efetivo no combate a acne com comedões, pústulas e milliuns será necessário realizar uma boa limpeza de pele e após 15 dias efetuar um tratamento utilizando peelings químicos voltados para cada fototipo de pele.

 

Bem, espero que esse artigo tenha de ajudado de alguma forma, eu recomendo que você se aprofunde nos estudos dos ativos cosméticos e como eles agen nas diversas patologias da pele

Se você quiser saber mais a respeito de profundidade dos peelings químicos, patologias, fototipos, tipos de ácidos e suas concentrações, aplicações e fórmulas para manipulação, venha conhecer o curso completo de peelings químicos, basta clicar no link abaixo:

MAIS INFORMAÇÕES

 

O impacto da Glicação no Processo de Envelhecimento

Glicação é um termo que têm sido muito utilizado na área da estética, nesse artigo vamos entender o que é glicação e quais são os malefícios que este processo traz para a nossa pele.

Boa leitura e espero que esse artigo seja útil e a opinião de vocês ao final do artigo é muito importante!

 

Definição

A glicação é um termo que está ganhando mais impulso no consumo e varejo de produtos cosméticos e está sendo muito abordado também em revistas de saúde e beleza. Embora a maioria dos profissionais que trabalham com os cuidados da pele já saibam o que isto significa, é sempre uma vantagem profissional saber o que os clientes estão lendo a fim de reduzir a chance de ser pega de surpresa.

 

O Processo da Glicação

Já se sabe que o excesso de açúcar pode levar a uma variedade de problemas de saúde, mas o que mais se esquecem é que muito açúcar também pode afetar a pele.

O açúcar pode ser digerido em muitas formas, incluindo o consumo de carboidratos e pode ainda ser formado através da preparação de refeições, moderar na quantidade de açúcar que ingerimos não é uma medida tomada apenas para equilibrar o peso.

O açúcar em excesso abre portas para doenças graves e agiliza o envelhecimento da pele, essa ação negativa que a glicose promove no organismo é chamada de glicação.

A glicação é uma reação na qual carboidratos, como a glicose, ou lipídeos ligam-se permanentemente a proteínas, sem a atuação de uma enzima, quando o corpo não produz insulina suficiente para processar o excesso de açúcar.

Desse modo, essas proteínas sofrem modificações e impedem que as células desempenhem seus papéis.

Essa mutação leva à formação de AGEs (Advanced Glycation End products) ou produtos finais da glicação avançada, substâncias responsáveis pela aceleração do envelhecimento.

 

foto-2

image1

Uma vez que os AGEs são formados, tendem a consumir o colágeno e a elastina da pele causando flacidez e envelhecimento.

Quanto mais açúcar as pessoas consomem, sendo açúcares transformados ou naturais, mais os AGEs são produzidos.

A formação de AGEs, substâncias responsáveis pela aceleração do envelhecimento também são encontrados em alimentos ricos em gordura saturada e gordura trans que favorecem a reação de glicação.

foto-3

 

As carnes defumadas e assadas em alta temperatura, bolos e tortas já possuem AGEs em sua composição, pela adição de conservantes, corantes químicos e realçadores de sabor, completa.

Os efeitos da glicação no processo de nível celular pode comprometer a estrutura da pele, resultando em rugas, perda de elasticidade, rigidez, envelhecimento acelerado e ainda comprometendo a função da barreira de proteção da pele.

Outra condição que aparece com o processo de glicação da pele é uma perda de volume no rosto devido à redistribuição de gordura ocasionando papada e deformação do contorno facial.

Embora o desenvolvimento de linhas e rugas seja normal com o avanço da idade, é difícil ver os clientes em seus 20 anos se assemelhar a uma pessoa nos seus 40 anos, mas hoje em dia está ocorrendo com certa frequência.

O processo de glicação têm sido ligado a vários problemas de saúde diferentes. As condições oxidativas que surgem a partir da formação da glicação pode levar a Alzheimer, doenças cardiovasculares e renais.

Outro sintoma decorrente do excesso de açúcar e processo de glicação, além do aparecimento de rugas e flacidez, é a capacidade reduzida de regeneração celular.

É uma pele que não responde rapidamente aos tratamentos estéticos.

A glicação, na verdade, ocorre em todo ser humano, afinal de contas, nossa glicemia não pode ser zero. Ela só é maléfica quando ocorre em excesso, ou quando a pessoa não produz insulina suficiente para manter equilibrada sua taxa de glicemia, as pessoas diabéticas são fortemente prejudicadas neste caso.

 

Quais medidas podem ser tomadas no combate aos efeitos da glicação?

image4

 

É importante que a profissional recomende a cliente uma boa alimentação com diminuição no consumo de açúcar, assim como também diminuição no consumo de frituras, gorduras e álcool.

 

Existem hoje alguns suplementos que auxiliam no combate à glicação mas devem ser consumidos conforme orientação médica, são eles:

  • Carnosina, carnitina, pyridoxamine (um derivado da vitamina B-6), tiamina (vitamina B-1), alfa ácido lipóico e benfotiamina. Estes suplementos de uso oral estão se tornando mais comum também para uso externo no combate à  glicação em produtos de cuidados da pele.

 

  • Outros ingredientes interessantes para o uso contra a glicação incluem Paeonia albiflora extracto (flor peônia), julibrissin Albizia extracto (árvore de seda persa), niacinamida, mirtilos e romã.

Ao lidar com as condições da pele glicada, é essencial lembrar que a pele precisa de produtos que contêm vitaminas e nutrientes que irão hidratar e devolver o viço e melhorar o contorno facial.

Alguns ingredientes que ajudam a hidratar a pele incluem ácido hialurônico, vitamina E,  óleo de mirtilo,  óleo de jojoba,  aloe vera,  mel, dentre outros.

A vitamina C é muito bem vinda para a renovação celular e para o rejuvenescimento.

Os tratamentos estéticos, dieta balanceada, ingestão de 2 litros de água por dia, exercícios físicos e cuidados com produtos home care são essenciais para alcançar bons resultados na melhora da pele.

 

 

Chegamos ao final desse artigo, espero que esse conteúdo tenha sido útil de alguma forma para você!

Os tratamentos estéticos que utilizam PEELINGS QUÍMICOS OU MICROAGULHAMENTO estimulam a produção de colágeno e a renovação da pele, portanto são bastante eficientes para evitar o processo de glicação. Para você, profissional da estética, saúde ou beleza, é muito importante que você tenha pleno domínio sobre essas técnicas.

Caso você queira saber mais sobre esses tratamentos, conheça os nossos cursos de PEELINGS QUÍMICOS OU MICROAGULHAMENTO acessando os links abaixo:

 

Microagulhamento sem Mistérios

Microagulhamento: Para informações clique aqui

Capa Curso

Peelings Químicos: Para informações clique aqui

 

Uso de LED e LASER de baixa potência na estética

Nesse artigo quero mostrar para você quais são os benefícios e resultados que podemos conseguir com a utilização da luz de LED e LASER de baixa potência em tratamentos estéticos.

Espero que esse conteúdo possa te ajudar e lembre-se de deixar o seu comentário ao final, combinado?

 

Utilização da Luz para fins terapêuticos

A utilização da luz, com efeitos terapêuticos, já existe desde os primórdios da civilização. Por exemplo, no ano 1400 A.C., existem registos de que os hindus associavam os banhos de Sol com plantas medicinais para tratar o vitiligo. Contudo, foi a partir de 1903, quando Niels Finsen recebeu o Prêmio Nobel pela utilização da radiação U.V. para o tratamento do lúpus vulgar que a fototerapia começou de fato, a ser estudada e aplicada no tratamento de várias dermatoses.

Atualmente, com a evolução da Medicina e da Tecnologia, verifica-se o crescimento do uso do LED e do LASER de baixa potência em tratamentos estéticos.

image2

O que é LED e LASER?

A luz pode ser descrita como uma emissão eletromagnética. Essas emissões são, comumente, conhecidas como radiações ou ondas eletromagnéticas, e podem ser classificadas de acordo com o seu comprimento de onda.

image2

image2

A Fototerapia é um processo que modifica a atividade celular usando uma fonte de luz não agressiva. O uso do LASER e do LED são, neste momento, duas das formas de tratamento mais eficazes na estética.

A Fototerapia combinada com outros tratamentos, torna-se ainda mais eficaz.

A palavra LASER vem da sigla inglesa “Light Amplification by Stimulated Emission of Radiation”, ou seja, amplificação da luz por emissão estimulada da radiação. Em outras palavras, o laser é uma radiação eletromagnética não ionizante e pode ser visível ou invisível.

Dependendo dos efeitos pretendidos, o laser pode ser de alta ou baixa potência.

LED é o acrônimo de “Light Emiting Diode” (diodo emissor de luz). Ao contrário do laser, o LED não é monocromático, e os seus comprimentos de onda são mais baixos que no laser. Neste caso, a luz é emitida através de uma fonte elétrica, denominando-se eletroluminescência.

Nos programas de Fototerapia, utiliza-se o LED azul e âmbar, cujos comprimentos de onda são, respetivamente, 470nm e 590nm; e o LASER vermelho (660nm) e infravermelho (808nm). Ambos encontram-se na faixa de espectro eletromagnética conhecida como safe-band, ou seja, não apresenta riscos de alteração genética para a pessoa submetida a esta radiação. Além disso, as técnicas utilizadas não são invasivas, isto é, não provocam danos, e podem ser utilizadas em todos os tipos de pele.

image3image3

 

Indicações e Resultados

Como foi esclarecido anteriormente, a Fototerapia utiliza equipamentos LED e de LASER de baixa potência, para a realização de tratamentos estéticos não invasivos. Como o LED e o laser se complementam nos seus efeitos, eles podem ser utilizados em conjunto ou isoladamente, dependendo do resultado pretendido.

A Fototerapia é indicada em:

  • Acne em qualquer grau;
  • Hidratação dos tecidos faciais;
  • Manchas provocadas por radiação solar, gravidez e contracepção;
  • Marcas de expressão;
  • Iluminação Facial (efeito Cinderela);
  • Alopecia (tratamentos capilares);
  • Gordura localizada;
  • Micropigmentação;
  • Terapia anti-aging;
  • Revitalização cutânea;
  • Clareamento periocular (olheiras);
  • Estrias;
  • Pré e pós operatório.

 

Contraindicações

Como qualquer procedimento médico, esta terapia também tem contra indicações.

É, então, contra indicado em:

  • Grávidas e mães no período de amamentação;
  • Pessoas com câncer de pele na região irradiada;
  • Portadores de glaucoma e cataratas.

 

Conclusão

Como tal, dependendo do resultado pretendido, e da fonte de luz utilizada (LED e/ou laser), poderá obter uma pele mais hidratada; aumentar a sua elasticidade cutânea; obter mais brilho; reduzir a inflamação; aumentar a produção do colágeno, e, consequentemente, rejuvenescer a sua pele; melhorar a circulação e eliminar as toxinas de forma mais eficaz; e reduzir dor e edemas (inchaço).

Em suma, com a utilização do LED e do laser, em conjunto ou isoladamente, na Fototerapia, tem a oportunidade de tratar diversas alterações cutâneas de forma indolor, não invasiva e com resultados rápidos.

 

Combinação do LED com Microagulhamento

Agora se você quer saber sobre um tratamento estético que poderá perfeitamente ser combinado com o uso do Led para alcançar melhores resultados, conheça agora o curso online completo de microagulhamento.

Clique aqui ou na imagem abaixo para conhecer o curso.

FB Ad Micro

 

Benefícios da Massagem Modeladora

Nesse artigo eu quero conversar com você a respeito da Massagem Modeladora, um dos procedimentos estéticos mais procurados pelas clientes, e nós, esteticistas, precisamos dominar essa técnica, pois assim teremos clientes fieis e satisfeitas o ano todo!

No final desse post, deixe o seu comentário, esse feedback é muito importante para mim. Boa leitura!

Definição

A massagem modeladora é uma das técnicas ainda mais pedidas por clientes no ramo da estética, ela produz ótimos resultados sem o uso de aparelhos.

A evolução na área da estética é muito crescente, ano após ano são desenvolvidos aparelhos para que se obtenha bons resultados nos tratamentos de redução da gordura localizada, celulite e flacidez, mas ainda mesmo com essa evolução em tecnologia, nada substitui o tratamento manual.

Para quem não tem condições financeiras para investir em aparelhos caros ou para as profissionais que estão em começo de carreira, ou ainda para quem precisa alternar os tratamentos corporais, nada é mais satisfatório do que promover uma massagem modeladora, a cliente diminui medidas e fica muito satisfeita com os resultados de melhoras significativas do contorno corporal.

 

Tratamento combinado com cosméticos

Massagem Modeladora com Cosméticos

A indústria cosmecêutica vem desenvolvendo em larga escala estudos e pesquisas incansáveis em busca de excelentes produtos cosméticos voltados para o ramo da estética.

Temos empresas conceituadas que desenvolvem produtos com fórmulas perfeitas para um bom resultado nos tratamentos corporais e com a associação da massagem modeladora temos resultados muito satisfatórios na perda de medidas.

Na massagem modeladora podemos associar vários ativos cosméticos que se encontram nos produtos para alcançarmos bons resultados, dentre eles, irei citar alguns:

Cafeína:  aumenta o gasto energético celular, é lipolítica e liporredutora.

b7b5cb22-882a-4324-83ae-1703a8809c58

 

Pimenta negra: Ajuda a impulsionar o metabolismo do corpo. Ela queima as calorias indesejadas e ajuda a reduzir a gordura abdominal. Faz muito bem uma hiperemia local e ativa a circulação sanguínea.

26a11112-0d16-4693-97b7-08b5a3b462fb

 

Fosfatidilcolina: ajuda a liberar e  eliminar a gordura do interior da célula, é uma lipoproteína que atua facilitando o trabalho das enzimas cuja função é degradar os lipídeos presentes na membrana celular. A fosfatidilcolina tem o nome comercial do tão famoso lipostabil.

c1234b68-8909-49ec-8220-c08d80d0c74d

Esses são alguns dos muitos princípios ativos que podemos utilizar nos cremes de massagem, e promovendo a massagem modeladora com aquecimento e movimentos intensos estaremos aumentando a permeação desses eficientes ativos.

 

Massagem modeladora associada a outras técnicas.

São várias as técnicas utilizadas com a massagem modeladora, podemos montar muitos protocolos utilizando esta técnica.

Como por exemplo, a termoterapia é muito bem vinda após a massagem modeladora para promover diminuição no acumulo de líquidos.

Ataduras gessadas logo após a massagem  terão um bom efeito lifting.

Para quem possui aparelhos, como: ultrassom, corrente russa, endermologia e rádio frequência também poderão montar protocolos juntamente com a massagem modeladora.

 

Benefícios da massagem modeladora

A massagem é feita nas áreas do corpo onde a gordura se acumula, afim de atuar na diminuição de medidas, aumentando a temperatura corporal local favorecendo assim a  aceleração do metabolismo celular.

Este tratamento manual é realizado com muita pressão para alcançar as camadas mais profundas onde se acumulam nódulos gordurosos. A massagem é realizada nas áreas de celulite e reduz a aparência da pele de “casca de laranja”.

Após apenas uma sessão, a cliente já sente os resultados, no entanto, a massagem deve ser realizada com frequência.

 

Como é feito o procedimento da massagem modeladora?

É realizado localmente na área onde você quer trabalhar, principalmente nos quadris, coxas, nádegas, cintura, abdômen e braços.

O resultado desejado é alcançado por certos movimentos, que afetam a camada adiposa e ativam processos metabólicos.

Além disso, estimula o desenvolvimento de colágeno e elastina e favorece o aumento da circulação sanguínea.

Os movimentos realizados são: amassamentos, deslizamentos profundos, deslizamentos com os punhos e pinçamentos.

 

Cuidados ao realizar a massagem modeladora

É de suma importância um bom preenchimento da ficha de anamnese para saber se a cliente não se encaixa em qualquer contraindicação.

Os movimentos são bruscos, profundos e repetitivos, porém, é inadmissível a provocação de hematomas, não poderá ocorrer extravasamento interno de capilares sanguíneos.

Esta massagem não requer força e sim pressão das mãos e rapidez nos movimentos.

 

Orientações para o tratamento corporal com massagem modeladora

Cuidados com a Massagem Modeladora

É muito importante que a profissional deixe a cliente ciente de que a massagem modeladora ajuda no processo de emagrecimento e perda de medidas, mas a colaboração para o sucesso do tratamento é fundamental.

Atividades físicas, uma boa alimentação e um produto cosmético home care trarão resultados positivos para o tratamento.

 

Recomendações

Não esqueça de realizar a biometria e avaliação antes de iniciar o tratamento com massagem modeladora e bem como tirar algumas fotos se a cliente assim permitir para acompanhar a evolução do tratamento.

Se você quiser saber mais e aprender muitas dicas utilizando a massagem modeladora, venha fazer parte da nossa turma do curso online de lipoescultura manual.

São muitos módulos, e neste curso você irá aprender a fazer avaliação física, biometria, massagem modeladora, termoterapia, protocolo para afinar a cintura, vai aprender um protocolo super bacana para dar um Up no bumbum e ainda, materiais de apoios como muitas fichas que te ajudarão na vida profissional e ganhará como bônus uma aula sobre o procedimento de lipoescultura com gesso.

São vídeo aulas gravadas em alta qualidade e definição onde eu explico passo a passo todos os movimentos e ainda aulas sobre os ativos cosméticos e sugestões de produtos utilizados nos procedimentos.

E ainda, temos grupos no facebook e whatsapp para todas as dúvidas e trocas de experiências profissionais.

Não perca tempo, acesse agora o link e efetue a sua matrícula!

Clique aqui https://www.esteticistacomovoce.com.br/lipoescultura-manual/ ou na imagem abaixo:

Curso Lipoescultura Manual

 

 

O que é Colágeno?

Olá, você sabe o que é Colágeno? Sabe qual a importância dessa substância no nosso organismo? Se você tem alguma dúvida ou quer aprender um pouco mais sobre o colágeno, leia esse post até o final e não esqueça de deixar o seu comentário, ok?

O que é Colágeno?

image1

O colágeno é a proteína mais abundante no corpo humano, pode ser encontrada nos ossos, músculos, pele e tendões, onde forma um “andaime” para proporcionar força e estrutura.

O colágeno é cada vez mais utilizado para fins médicos e cosméticos, incluindo para ajudar na cicatrização e reparação de tecidos do corpo.

Curiosidades sobre o Colágeno

Existem pelo menos 16 tipos de colágeno, mas 80 à 90% do colágeno no corpo consiste de tipos I, II, e III.

Colágeno do tipo I (fibrilas longas) são mais fortes do que o aço, são encontrados em ossos, dentina, tendões, capsulas de órgãos e na derme.

Colágeno tipo II é mais abundante nas cartilagens.

Colágeno tipo III são amplamente distribuídos em muitos tecidos contendo colágeno tipo I. É particularmente abundante nos vasos sanguíneos e pode desempenhar um papel em tecidos com características elásticas.

O termo colágeno é derivado do Grego “kolla”, significando cola.

Colágeno dá à pele a sua força e estrutura, e também desempenha um papel na substituição das células mortas da pele.

A produção de colágeno diminui com a idade (como parte do envelhecimento intrínseco), e é reduzida por exposição a luz ultravioleta e outros fatores ambientais (envelhecimento extrínseco).

O colágeno em produtos médicos pode ser derivado de fontes humanas, de bovino, suíno ou de ovelhas.

 

Como podemos evitar a degradação do colágeno?

A melhor maneira de evita a perda do colágeno, é a prevenção.

O uso de um bom filtro solar é extremamente importante a partir dos primeiros anos de vida, é muito importante que a pessoa use um bom filtro solar assim como usa o creme dental, diariamente. A juventude da sua pele é tão importante quanto a brancura dos seus dentes.

Outras ações como evitar a exposição solar no período entre as 10:00 da manhã e 03:00 da tarde e usar óculos escuros para preservar o colágeno delicado ao redor dos olhos também é importante.

Além disso, não fumar, o fumo é extremamente prejudicial para a saúde da pele. Estudos sobre o hábito de fumar mostram que cada tragada leva mais de 4.700 substâncias tóxicas para dentro do organismo, diminuindo o colágeno e perdendo drasticamente o viço e a saúde da pele.

O sol e várias toxinas, como a poluição formam espécies de oxidantes que danificam o DNA, as membranas celulares e mais importante, danificam as fibras de colágeno.

O consumo de alto teor de açúcar também prejudica o colágeno.

 

Colágeno é bom para o tratamento da flacidez?

O colágeno é um dos principais componentes que dão firmeza e elasticidade à pele, e o consumo regular de colágeno hidrolisado ou colágeno em capsulas podem oferecer o aporte de nutrientes necessários para a síntese endógena desta proteína, no entanto, caso o corpo necessite desses nutrientes para outra função que ele considere mais importante, esses nutrientes serão “deslocados” da função de síntese de colágeno. Além disso, caso o corpo não tenha estímulos para a produção de colágeno, esses nutrientes serão utilizados em outros processos metabólicos. Vale ressaltar ainda, que além dos aminoácidos, o organismo precisa de outros nutrientes, como vitamina C, silício e zinco, para produzir colágeno.

 

Dicas valiosas para estimular a produção de colágeno na pele

image2

Consumir alimentos ricos em vitamina c como brócolis, kiwi, pimentão e frutas cítricas ajudam a manter as estruturas celulares que mantêm as fibras da pele forte e saudável.

Adicionar uma ou duas porções de proteína saudável para sua dieta todos os dias para ajudar a estimular a produção de colágeno e elastina.

A massa muscular do corpo, bem como o colágeno e elastina na pele são compostas de proteínas, alimentos saudáveis ricos em proteínas incluem tofu, nozes, sementes, leite e queijo cottage.

 

Tratamento estético eficaz para indução de colágeno

image3

O tratamento mais eficaz para indução de colágeno contra o envelhecimento é o microagulhamento.  Ele vêm sendo largamente utilizado por profissionais da área da estética trazendo resultados incríveis para as suas clientes.

No tratamento por microagulhamento é utilizado um dispositivo chamado dermaroller, é ideal para o tratamento não-cirúrgico e não-ablativo de diversas patologias da pele tais como o envelhecimento (rugas e linhas de expressão), cicatrizes de acne e alopécia.

Os estudos clínicos demonstraram que o microagulhamento é tão eficaz quanto os tratamentos ablativos, como o tratamento a laser, dermoabrasão, peeling químico e tão eficaz como tratamentos não-ablativos, como IPL (luz intensa pulsada), o laser de CO2, e Fraxel na estimulação de colágeno e elastina.

 

Ativos cosméticos para a estimulação do colágeno

Ácido hialurônico

O ácido hialurônico é um componente natural da nossa pele. Fica localizado na derme, que é uma camada mais profunda da pele. Nessa mesma camada da pele encontramos também as fibras de colágeno e elastina. Enquanto as fibras são responsáveis por sustentação e elasticidade, o ácido hialurônico tem a função primaria de preenchimento.

É também conhecido cientificamente como Glicosaminoglicana e sua função, além de preencher, é garantir que a água fique mais tempo na pele. Tem alta afinidade com a água e consegue absorver grandes quantidades, mantendo nossa pele hidratada.

O ácido hialurônico é muito utilizado no microagulhamento trazendo suavidade das rugas e linhas de expressão.

Vitamina C

A vitamina C também age como um intensificador de deposição de colágeno e tem potente efeito estimulante na produção de colágeno e elastina.

A vitamina C combinada com o microagulhamento tem efeitos antioxidantes , despigmentantes e antiaging.

Fatores de crescimento

São os queridinhos quando se trata de microagulhamento, os fatores de crescimento agem através de dois fenômenos bem importantes:

Angiogênese: É a estimulação e o crescimento de novos vasos sanguíneos a partir daqueles já existentes.

Colagenogênese: o termo nos lembra de cola (colágeno). Os fatores de crescimento agem na formação de um novo colágeno, como também estimulam novos fibroblastos.

 

Quer saber mais sobre Microagulhamento?

Para você que precisa oferecer tratamentos de qualidade e ainda conquistar novas clientes com essa técnica inovadora e revolucionária, venha conhecer o meu Curso Online Completo de Microagulhamento, ele que já ajudou CENTENAS de alunas e alunos.

Além do curso com mais de 40 vídeo aulas, você terá acompanhamento personalizado e suporte integral no grupo do whatsapp e também terá avaliação e certificado.

Saiba muito mais clicando aqui ou na imagem abaixo.

Curso Online Microagulhamento

Argilas utilizadas na estética

Conheça os benefícios dos diferentes tipos de argilas utilizadas na estética.

Nesse artigo eu quero que você conheça todos os benefícios dos diferentes tipos de argila e assim você irá aprender a escolher o melhor tipo de argila para cada tratamento. Deixe o seu comentário no final desse post, pois é muito importante para mim, ok?

Argila Marrom

È uma argila que possui alta concentração de titânio, alumínio e silício.

Tem ação antioleosidade, absorvente e antiestresse. Ajuda a favorecer a multiplicação celular.

image2

Argila Cinza

A sua coloração deve-se à presença de óxido de ferro associado ao magnésio, cálcio, potássio, manganês e fósforo, entre outros elementos.

É indicada para peles oleosas e acneicas, regula a produção sebácea e combate edemas, além de ter efeito secativo, emoliente, antisséptico e bactericida, promovendo suave esfoliação.

Tem ação antioleosidade, absorvente e antiestresse. Ajuda a favorecer a multiplicação celular.

image3

 

Argila Amarela

É uma argila rica em silício, elemento catalisador para formação da base de colágeno da pele, daí ser indicada para o rejuvenescimento.

Nutre a pele com sais minerais necessários para um tecido mais rígido e saudável, sem deixá-lo ressecado.

Possui efeito tensor e aumenta a circulação, combate até a ansiedade.

image4

 

Argila Branca ou caulim

É um silicato de alumínio puro, branco e absorvente, possui alta capacidade de absorção de água.

Também conhecida como caulim, possui PH próximo ao da pele e, por isso, é indicada para clarear manchas, inclusive em peles mais sensíveis e delicadas, absorvendo toda a oleosidade sem desidratar.

Esta argila tem o poder de absorver a melanina clareando efetivamente a pele.

Pode ser utilizada também para clarear olheiras e diminuir bolsas ao redor dos olhos.image5Argila vermelha

Contém oxido de zinco e a cor avermelhada indica altos níveis de ferro.

Estudos têm demonstrado que a argila vermelha traz grandes benefícios para a pele, ela é ótima para secar acnes, tonifica e reequilibra a pele seca e escamosa com uso regular.image6

Argila Verde

Contém cloreto ferroso

Reduz a inflamação da acne, diminui os poros abertos, secativa, remove impurezas e é antibacteriana.

Pode ser utilizada como máscara finalizadora na limpeza de pele ou tratamentos para acne.

image7

 

 

Bom, vou ficando por aqui. Você quer potencializar o uso da argila para revitalizar a sua pele?

Então aprenda um método exclusivo para revitalização que você irá encontrar no Curso Online de Microagulhamento, para saber mais sobre o curso, clique aqui ou na imagem abaixo.

Curso Online Microagulhamento

 

 

Utilização do Ácido Tranexâmico

Estudo sobre o Ácido Tranexâmico

Eu estou aqui para acrescentar sabedoria e conhecimentos com mais um artigo super interessante para a nossa área da estética. Vamos conhecer um estudo sobre o Ácido Tranexâmico?

E claro, não esqueça de deixar os seus comentários, são muito importantes pra mim. Bjs e sucesso sempre.

Conhecendo os benefícios do Ácido Tranexâmico

Ácido Tranexâmico

Vamos entender através de deste artigo que eu fiz sobre os benefícios do ácido Tranexânico.

O Ácido tranexâmico é eficaz contra manchas Hiperpigmentadas e vermelhidão. No campo médico, o ácido tranexâmico funciona como anti-hemorrágico confiável.

Ele é muito utilizado e eficaz durante as cirurgias e no caso de lesões acidentais.

Utilização

Em cosméticos médicos, o ácido tranexâmico é utilizado para tratamentos da pele, pequenas quantidades podem branquear manchas pigmentadas e reduzir a vermelhidão.

O ácido tranexâmico é também conhecido como agente farmacêutico. No ano de 2011,  foi inscrito na lista de “Modelos de Medicamentos Essenciais” (EML) da Organização Mundial de Saúde (OMS) – em particular para o tratamento de traumatismos após acidentes de trânsito ou em caso de riscos hemorrágicos e até hemorragias fatais.

O ácido tranexâmico, do ponto de vista químico, é um aminoácido, e mais precisamente, estamos falando do ácido trans-4- (aminometil) ciclohexanocarboxílico.

Estrutura do ácido tranexâmico

O composto cristalino incolor pertence ao grupo de antifibrinolíticos, ou seja, agentes que impedem a decomposição da fibrina. A fibrina é uma proteína encontrada no plasma sanguíneo que é formada durante o sangramento e que atua no fechamento das feridas.

A fibrinólise, ou seja, o processo oposto de dissolução da proteína, começa logo após a formação da fibrina. Antifibrinolíticos são freqüentemente utilizados durante intervenções cirúrgicas e extrações de dentes, a fim de reduzir sangramentos.

 

Uma descoberta casual para uso na dermatologia

Em dermatologia, os efeitos deste ácido são conhecidos há muito tempo, para diminuições do pigmento.

O primeiro relato sobre o tratamento de melasmas com ácido tranexâmico ocorreu em 1979 e provém de uma observação acidental após a administração oral (medicamento) de ácido tranexâmico.

Quando começaram os testes, a intensidade de um melasma foi significativamente reduzida num período de duas a três semanas.

 

Melasmas

Melasma

 

Melasmas ou Hiperpigmentações são desencadeadas por influências endógenas (por dentro) e exógenas (por fora) diversas, como:

  • Exposição à radiação solar
  • Influências hormonais, como por exemplo durante a gravidez
  • hiperpigmentação pós-inflamatória
  • Reações do próprio corpo

 

Um número considerável de estudos sobre as manchas escuras na pele apontaram para um grande número de pessoas que sofrem com a aparência, portanto, é muito importante um tratamento estético ou dermatológico.

Esta é a razão pela qual ocorreram muitos estudos clínicos e mais tarde também estudos cosméticos sobre o ácido tranexâmico.

Os estudos demonstraram os seguintes resultados: o ácido tranexâmico é eficaz após administração oral e após aplicação tópica.

Uma variedade de mecanismos bioquímicos foram discutidas, dentre as quais, a inibição da tirosinase, mas o principal campo de aplicação de ácido tranexâmico no entanto é a prevenção.

O ácido tranexâmico já é eficaz em baixa dosagem, em alta dosagem não irá melhorar os efeitos, mas sim causar irritações.

 

Utilização em cosméticos

Utilização do Ácido Tranexâmico

 

Em cosméticos, o ácido solúvel em água é utilizado em cremes comerciais e séruns numa dosagem de 2% no máximo.

Outras técnicas para aumentar a eficácia tal como, por exemplo, a iontoforese não têm sido bem sucedidas.

Houve relatos de uso através de microinjeções intradérmicas, portanto, pode-se supor que o ácido tranexâmico pode ser utilizado com sucesso também através de injeções indicadas por dermatologistas

A combinação de microdermoabrasão e tratamentos a laser com preparações de ácido tranexâmico lipossomal é amplamente difundida no Sudeste Asiático e, entretanto, também aplicado na Europa.

Ocasionalmente, inibidores adicionais de tirosinase como a vitamina C, extratos de ervas e ácido kójico, e no contexto médico também hidroquinona (proibido na Directiva Cosmética Europeia) são aplicados topicamente para remover hiperpigmentações existentes ou evitar uma nova formação de manchas.

Nos anos noventa, Shiseido, um fabricante japonês de cosméticos, havia solicitado patentes para derivados de ácido tranexâmico, entre outros ésteres de polifenóis antioxidantes, como a hidroquinona, que em geral não prevaleceram e posteriormente foram retirados do mercado para venda.

 

Eficaz nos cuidados da acne e rosácea

Ácido tranexâmico e niacinamida também se complementam em outra indicação, ou seja, o cuidado da pele com rosácea. Enquanto neste caso particular o ácido tranexâmico reduz a vermelhidão, vitamina B3 tem efeitos anti-inflamatórios, os quais, a propósito, também se observa no caso de peles com acne.

A combinação de ácido tranexâmico com ácido azeláico e outros ácidos oferecem uma opção de tratamento muito eficaz, uma vez que o ácido azeláico controla a flora bacteriana anaeróbia (propionibacterium acnes e staphylococcus epidermidis) típica da acne e rosácea.

O ácido tranexâmico administrado oralmente entra no sistema circulatório através do aparelho gastro intestinal e é excretado em poucas horas através da urina.

O relatório de segurança exigido pela Direção Cosmética Europeia não menciona quaisquer riscos para a saúde no contexto do ácido tranexâmico aplicado topicamente para fins cosméticos.

Não foram ainda observadas irritações após a aplicação de preparações lipossômicas (com ou sem niacinamida).

 

Espero que você tenha gostado deste conteúdo!

Para atingir excelentes resultados no tratamentos de cicatrizes de acne, linhas de expressão, rugas e clareamento de manchas eu super recomendo o Microagulhamento. Caso você queira se aprofundar nesse assunto, eu ofereço um curso completo com mais de 40 vídeo aulas onde você irá dominar toda a técnica do Microagulhamento. Para saber mais, clique aqui ou na imagem abaixo.

Curso Online Microagulhamento

Processo de Cicatrização

Processo de Cicatrização

Nesse artigo você irá entender o que são cicatrizes, como se formam e como funciona o processo de cicatrização, além de conhecer as medidas terapêuticas mais comuns para suavizar as cicatrizes.

As cicatrizes que mais incomodam são aquelas que se tornam espessas ou muito aumentadas, às vezes até dolorosas, consequentes à cirurgias como a cesariana, por exemplo. A cicatrização na verdade é um processo natural, capaz de fechar qualquer lesão aberta no tecido do corpo.

 

Processo de Cicatrização

A cicatrização normal passa por três fases:

Na primeira, a inflamatória, há muitas células na área da lesão.

Na segunda, a fibroproliferativa, os fibroblastos produzem uma substância gelatinosa e várias proteínas, sendo a mais importante, o colágeno.

Colágeno

O colágeno tem a propriedade de unir tecidos entre si, e penetra naturalmente na lesão, dando origem a fibras que se tornam cada vez mais firmes, para formar a cicatriz.

Ao mesmo tempo, ocorrem a migração e proliferação das células na borda do corte, que se encarregam de regenerar a pele, fechando-o.

Na terceira fase, vem a maturação, o número de vasos sanguíneos e fibroblastos diminui consideravelmente, o que determinará a evolução da cor da cicatriz, que passa do avermelhado para o branco.

A duração deste processo varia de pessoa para pessoa e de acordo com o tipo de cirurgia, mas, em geral, o seu aspecto definitivo ocorre de 6 meses a um ano. Quando, no processo de evolução da cicatrização, forma-se uma linha mais grossa ou muito aumentada, às vezes até dolorosa, temos dois tipos de cicatriz:

Cicatriz Hipertrófica

Limitada à área do corte de aparência grossa e avermelhada, que pode involuir naturalmente de um a dois anos.

Quelóide

Ocorre quando a cicatriz ultrapassa ostensivamente a área do corte, invadindo a pele ao redor, com aspecto arredondado. Inicialmente róseo e mole, posteriormente se apresenta esbranquiçado, duro e sem elasticidade. Raramente involui espontaneamente e é extremamente doloroso.

 

Medidas Terapêuticas a serem tomadas

Abaixo, você pode conferir alguns exemplos de medidas para suavizar as cicatrizes

Compressão

Tratamento de Cicatrizes

O uso de placas especiais de silicone para comprimir a lesão pode apresentar bons resultados, de forma praticamente natural. Quando se coloca um anteparo sobre o local, a cicatriz parece “entender” que ali é o seu limite, e para de evoluir.

Muitas vezes, apenas comprimir com uma faixa ou curativo faz com que a cicatriz não avance e até regrida.

Corticoide Oclusivo

Aplicação de produtos oclusivos, sob orientação médica: em creme ou faixas que já contém o corticoide colocadas sobre o queloide. Esse método pode reduzir de forma significativa o problema.

 

Laser e Luz intensa pulsada

Técnica utilizada para diminuir a vascularização e o espessamento local. Ameniza a cor vermelha da cicatriz e diminui sua altura. Hoje em dia, O laser é considerado ideal para tratamentos dermatológicos vasculares, porque age seletivamente sobre a lesão sem prejudicar a pele, isto é, sem causar marca.

Trata-se de um aparelho com luz em comprimento de onda (600 nm a 700 nm) muito próximo ao da hemoglobina (substância que circula no sangue, dentro dos glóbulos vermelhos, e que é responsável pelo transporte de oxigênio em todos os tecidos do corpo humano) e que não atua sobre a melanina ( substância responsável pela coloração nos seres vivos). Por fazer evaporar a hemoglobina, é muito utilizado também nos hemangiomas (manchas cor de vinho na pele) e nas telangiectasias(vasinhos da pele no rosto), proporcionando um resultado final sem deixar marcas.

Já a luz intensa pulsada, atua num comprimento de onda de 560 nm, agindo especificamente sobre a hemoglobina (semelhante ao laser) destruindo-a com consequente diminuição da cicatriz ou do queloide.

Infiltrações de corticoides

image3

 

São injeções de cortisona que podem reduzir significativamente o queloide, especialmente os pequenos queloides e os que se formaram recentemente, por sua ação anti-inflamatória.

 

Se você quer se aprofundar mais nos seus atendimentos pós cirúrgicos, venha fazer uma reciclagem ou esclarecer todas as suas dúvidas no Curso Online de Drenagem Linfática.

São mais de 40 vídeo aulas com todos os movimentos passo a passo e explicações sobre as principais cirurgias plásticas.Durante o mês de abril o curso está com uma promoção ótima em comemoração à Páscoa. Saiba mais e matricule-se clicando aqui ou na imagem abaixo.

8. FB AD Drenagem Linfática

Fatores de Crescimento

Fatores de Crescimento e Seus Benefícios

Nesse artigo eu quero explicar para você como funcionam os Fatores de Crescimento, o mais importante aliado em procedimentos como o Microagulhamento, por exemplo. É preciso conhecer em detalhes os diferentes tipos de Fatores de Crescimentos e suas aplicações, isso irá determinar a eficácia do procedimento. Aproveite a leitura e não esqueça de deixar o seu comentário no final, ok?

O que são Fatores de Crescimento?

Fatores de crescimento são grupos de proteínas que estimulam o crescimento específicos de tecidos . Os fatores de crescimento desempenham um papel importante na produção da diferenciação celular e da divisão celular que ocorre numa vasta gama de organismos, incluindo insetos , anfíbios , seres humanos e plantas .

Quando os cientistas começaram a estudar os efeitos das substâncias biológicas em células e tecidos em cultura, eles descobriram um grupo de peptídios,  substâncias hormonais que eram distintas de quaisquer outras anteriormente conhecidas.

Como essas substâncias eram ativas na estimulação do crescimento das células e tecidos, elas foram chamadas de fatores de crescimento.

 

Quem descobriu os Fatores de Crescimento?

Em 1986 o fisiologista e bioquímico Dr. Stanley Cohen e a neurologista Dra. Levi Montalcini ganharam o prêmio nobel pela descoberta de uma substância no corpo que estimula e influencia o crescimento das células nervosas.

 

Foi assim que surgiram os fatores de crescimento.

Dr. Stanley e Dra. Levi fizeram a descoberta dos fatores de crescimento com muitas experiências, na tentativa de desenvolver um medicamento no combate ao câncer, mal de alzheimer e distúrbios neurológicos.

Após este período, os fatores de crescimento foram adicionados aos cosméticos para fazer uma comunicação celular e uma regeneração dos tecidos.

Todos os fatores de crescimento contém uma sigla em inglês,  GF que significa Growt fator, traduzindo para o português (fatores de crescimento), além dessas duas siglas, também encontramos as siglas dos significados de cada um deles como por exemplo:

EGF – Fator de crescimento epidermal ou Epidermal Growth Factor

IGF – Fator de crescimento Insulínico

bFGF – Fator de Crescimento Fibroblástico Básico

AFGF – Fator de Crescimento Fibroblástico ácido

TGF-B3 – Fator de Transformação de Crescimento

 

Como agem os fatores de crescimento?

Os fatores de crescimento agem através de dois fenômenos bem importantes:

Angiogênese: É a estimulação e o crescimento de novos vasos sanguíneos a partir daqueles já existentes.

Colagenogênese: O termo nos lembra de cola (colágeno). Os fatores de crescimento agem na formação de um novo colágeno, como também estimula novos fibroblastos.

 

Quais tipos de tratamentos podemos utilizar os fatores de crescimento junto com o microagulhamento?

 

Alopécia

Alopécia

Alopécia é a queda de pelos do corpo ou cabelos, mais conhecida como calvície.

O uso dos fatores de crescimento acelera o processo de nascimento dos novos fios, estimulando o folículo capilar.

A calvície pode ocorrer tanto em homens como em mulheres.

Existem dois tipos de calvície

Alopecia Areata: é o tipo associado a doenças autoimunes e que tem o agravamento do quadro desencadeado por desequilíbrios emocionais, como o estresse ou vivência de traumas. Nesse caso, a perda dos pelos é rápida, com chances de progressão para a alopecia universal. Alopecia areata não é restrita a cabelos, essa queda de pelos pode ocorrer na barba, sobrancelhas e púbis.

Androgenético: ocorre com maior frequência entre homens e se manifesta na transição entre a puberdade e fase adulta. Como o próprio nome sugere, esse tipo de alopecia combina fatores genéticos e hormonais na região afetada.

Os fatores de crescimento para alopecia podem ser utilizados juntamente com o processo de microagulhamento, trará ótimos resultados.

 

Estrias

Estrias

As Estrias são causadas pelo estiramento excessivo da pele causando a “quebra” de fibras elásticas e colágenas.

A regeneração celular causada com o uso de fatores de crescimento juntamente com o microagulhamento regeneram as fibras de colágeno e elastina proporcionando a diminuição do calibre das estrias.

 

Cicatrizes de Acne

Cicatrizes de Acne

No processo de microagulhamento ocorre uma inflamação que induz a produção de colágeno, podemos aproveitar a abertura da pele causada pelos micro furos para adicionar os fatores de crescimento ao tratamento. Os Fatores de Crescimento são aplicados imediatamente após o término da sessão de Microagulhamento.

Os resultados são incríveis!

Esse procedimento irá proporcionar uma regeneração celular consistente e duradoura.

 

Tratamento de Mãos

Tratamento de Mãos

Você já viu aquelas mãos com a pele cansada e envelhecida?

Pois então, aproveite para experimentar um tratamento com dermaroller suave e adicione os fatores de crescimento.

Os resultados serão fantásticos após apenas algumas sessões de microagulhamento. Sua cliente vai adorar!

 

Quais tipos de profissionais podem trabalhar com fatores de crescimento

Terapeutas capilares, tricologistas, dermatologistas, esteticistas, fisioterapeutas dermato funcionais e biomédicos.

 

Microagulhamento sem Mistérios

Quer saber mais sobre os Fatores de Crescimento e também sobre as técnicas de Microagulhamento? Conheça o meu Curso Completo Online de Microagulhamento, onde você irá aprender protocolos para estrias, acne, calvície, celulite, mãos e muito mais. Todas as aulas são completas e foram gravadas a partir de tratamentos reais. Clique aqui ou na foto abaixo para maiores informações.

Microagulhamento sem Mistérios

 

 

Retinóides

Retinóides: Da Acne ao Tratamento de Rugas

Neste artigo você irá conhecer um pouco mais sobre a utilização dos Retinóides dentro da estética, quais os tipos principais e também a correta utilização desse importante cosmecêutico para  tratamento de acne e tratamento de rugas.

Tipos de Retinóides

Existem vários tipos de retinóides no mercado hoje, com vários produtos produzindo resultados muito eficientes.

O corpo precisa de vitamina A para desenvolver dentes fortes e tecidos, visão saudável e pele saudável. Retinol é um tipo de vitamina A que pode ser encontrada em fontes alimentares como leite integral,  produtos lácteos, fígado, carnes e ovos.

A vitamina A também está disponível em formas tópicas, conhecidas como retinóicos, que são usados como medicamentos para tratar as condições da pele .

Os retinóicos foram inicialmente comercializados e aprovados para combater a acne muito grave , mas os pesquisadores logo descobriram outra propriedade valiosa dos retinóicos: eles poderiam reduzir os sinais de fotoenvelhecimento (envelhecimento da pele pela exposição ao sol) e logo foram usados como um tratamento de rugas.

 

Retinóides para Tratamentos de Problemas da Pele

Retinol

 

Principais Tipos de Retinóides

Existem dois tipos principais de retinóides usados medicamente:

Isotretinoína

Isotretinoína,  é uma medicação oral que pode ser prescrito para pessoas que não podem controlar a acne grave, (nódulo-cística e conglobata e acne com risco de cicatrizes permanentes) e também quadros de acne resistentes a terapêuticas anteriores (antibióticos sistêmicos e agentes tópicos).

Embora tenha sido recomendado para ser extremamente eficaz no tratamento da acne, ele tem sérios efeitos colaterais, incluindo defeitos de nascimento, se tomado por mulheres grávidas.

A isotretinoína oral pode causar depressão e, raramente, pensamentos de suicídio.

Outro efeito colateral é que o retinóide como a isotretinoína pode contribuir para piorar a doença do intestino irritável.

Tretinoína

Tretinoína (Retin-A, Vitacid, Renova) é um tópico de vitamina A para prescrição no tratamento da acne.

Ele também é usado para ajudar a reverter danos à pele da exposição ao sol.

A tretinoína funciona como um irritante, o que resulta em uma rápida transformação das células da pele, fazendo com que as células velhas morram mais rapidamente.

A tretinoína ajuda a acne a desaparecer da pele, enquanto ele minimiza a aparência de rugas e manchas escuras na pele.

Existem também formas sintéticas e derivadas de retinóides, tópicos disponíveis para prescrição no combate a acne como o  adapaleno (Differin)

 

Retinóicos para o tratamento de rugas

Tratamento de rugas

 

Eficácia do Tratamento

Estudos têm examinado a eficácia de vários tipos de prescrições com retinóicos, tanto para acne,  como para um tratamento de rugas.

Os investigadores concluíram que os retinóicos tópicos são um tratamento eficaz da acne e são também eficazes em impedir novas infestações de acne e a pesquisa também encontrou resultados impressionantes quando se trata de reduzir, e em alguns casos até reverter, danos causados pelo sol.

Cosméticos que também alegam tratar uma condição de pele com rugas e linhas de expressão são feitos em cremes e contêm formas mais fracas de retinóicos .

Esses cosméticos estão amplamente disponíveis para venda, mas relativamente pouca investigação tem sido feita para determinar a sua eficácia.

Dos estudos que foram realizados, os cosmecêuticos com a forma da vitamina A são chamados de  retinaldeídos (ação similar ao ácido retinóico mas com menos irritação) são os mais bem sucedidos em reduzir os sinais do envelhecimento.

 

Os cuidados com o uso

  • Isotretinoína e tretinoína devem ser usados sob a supervisão de um profissional.
  • Cremes e cosméticos com retinaldeídos são usados livremente e encontrados nas perfumarias e farmácias.
  • Todo o cuidado é pouco com o sol quando estiver usando este tipo de medicamento ou cosmético, é de suma importância o uso do filtro solar no mínimo fator 30 para que não ocorra o risco de manchas na pele.
  • Deve-se observar as recomendações de uso e ler atentamente a bula.
  • Os Retinóicos continuam sendo os queridinhos das pessoas com problemas de acne.

 

Microagulhamento

Uma outra forma bastante eficaz para o tratamento de rugas e cicatrizes de acne é o Microagulhamento.  O uso dessa técnica está cada vez mais presente no mundo da estética, pensando nisso desenvolvo um curso completo que ensina tudo sobre o Microagulhamento através de vídeo aulas completas de tratamentos reais.

Caso você tenha interesse em conhecer esse curso que está em promoção durante o mês de março em homenagem as mulheres, clique aqui ou na imagem abaixo.

Mês da Mulher