Acne Archives | Esteticista Como Você

Category Archives for Acne

Como funciona a Limpeza de Pele sem Dor

Se você quer aplicar uma limpeza de pele diferenciada que não causa dor e que remove todos os comedões brancos que muitas vezes não são visíveis, a melhor maneira é oferecer um método simples e eficaz.

Você irá conhecer agora uma maneira de aplicar a limpeza de pele sem dor que não deixa marcas na pele e é ideal para pessoas sensíveis ao método da limpeza de pele tradicional.

Eu escrevi este artigo para te mostras a respeito dos benefícios da limpeza de pele sem dor.

Continue acompanhando até o final e tenha uma boa leitura!

 

Turmalina Negra

O principal ingrediente utilizado nos produtos para aplicação da limpeza de pele sem dor é a turmalina negra, que é uma pedra semi – preciosa de proteção energética.

Os benefícios da turmalina negra nos produtos são inúmeros, incluindo: promove eliminação de toxinas e propicia uma renovação celular, é antisséptico, bactericida e atua no rejuvenescimento da pele.

Além da turmalina, a máscara utilizada na limpeza de pele sem dor contém albumina.

Albumina

 

Albumina é uma proteína de alto valor biológico e de boa absorção pelo organismo, auxilia contra flacidez pode ser usada como máscara tensora e condicionadora da pele, auxilia na hidratação e na nutrição da pele.

Melhora o metabolismo celular, promove recuperação da pele e auxilia no processo de cicatrização, sendo ideal para qualquer tipo de pele, inclusive para uma pele acneica.

Além desses, muitos outros ativos importantes para os cuidados com a pele são encontrados nos produtos.

 

Ideal para pessoas com maior sensibilidade a dor

Essa limpeza de pele é ideal para peles muito jovens e para peles masculinas que são pessoas que possuem maior sensibilidade a dor.

É ótima opção também para pessoas da terceira idade que apresentam um afinamento da pele muito grande se mostrando sensível demais na limpeza de pele profunda.

Pode ser aplicada em gestantes, pois não necessita de qualquer aparelho e não oferece riscos a saúde.

O único cuidado necessário a ser tomado é se atentar na hora do preenchimento da ficha de anamnese se a(o) cliente possui alergia a ovos, já que a albumina vem do ovo.

A limpeza de pele sem dor pode ser usada também num protocolo para promoção de um mini lift, devido ao efeito tensor provocado pela máscara.

 

Um tratamento diferenciado

Por ser uma limpeza de pele diferenciada, a(o) profissional pode realizar um marketing muito forte na divulgação desse método, oferecendo um tratamento personalizado com os seguintes títulos: “Limpeza de pele sem dor” ou “Limpeza de pele com turmalina”.

São dois nomes que chamam bastante a atenção do público interessado em cuidar da pele, saúde e da beleza.

E se você deseja aumentar o seu leque de serviços estéticos e quer oferecer um diferencial para os seus clientes, venha conhecer o curso completo de limpeza de pele – O guia definitivo,  que além do passo a passo da limpeza de pele sem dor, você vai ter acesso a descontos especiais de aluna(o) na aquisição dos produtos e ainda vai aprender muitas outras técnicas para a aplicação de vários tipos de  limpeza de pele diferentes.

Para saber mais a respeito clique no link abaixo. Aproveite o valor promocional de lançamento e se inscreva!

MAIS INFORMAÇÕES SOBRE O CURSO COMPLETO

Entenda os Veículos Cosmecêuticos

Olá!

Nós sempre estamos atrás de informações a respeito da cosmetologia e esse é um mundo vasto e maravilhoso onde podemos combinar ativos para uma perfeita formulação, mas se a gente errar no veículo do produto, de nada adianta não é mesmo?

Então eu resolvi escrever este artigo para te ajudar nessa parte.

Não deixe de comentar ao final ok?

Boa leitura.

 

Veículos Cosmecêuticos: Definição

Definimos de veículos as formas farmacêuticas de diferentes estados físicos que tem como objetivo levar os ativos do produto até o local de ação. Para isso, é necessário que ocorra uma boa relação entre os princípios ativos e o veículo indicado.

Para entender melhor, o veículo deve ter uma boa sinergia com os princípios ativos para que os mesmos não sejam anulados em sua função.

O veículo não pode ser tóxico e deve apresentar um bom sensorial, ter custo acessível e muito abrangente na combinação com os princípios ativos.

A escolha do veículo numa fórmula é tão importante quanto a interação entre os ativos numa mesma formulação cosmética.

É muito ruim quando uma fórmula ou dermocosmético é utilizado e o seu veículo não apresenta muita compatibilidade com a pele, pode até deixar a pele oleosa ou promover um toque pegajoso e quando isso ocorre, geralmente o paciente acaba parando de utilizar o produto. Nesse aspecto o profissional farmacêutico tem total responsabilidade pela viscosidade e a penetração do produto na pele.

De uma forma geral, tanto médicos como profissionais de estética escolhem um veículo de acordo com o tipo de pele da paciente. Por esse motivo, é fundamental que a(o) profissional saiba classificar os diversos tipos de pele existentes.

Uma outra estratégia para levar os princípios ativos o mais profundamente na pele é usar de novos mecanismos que existem hoje para conseguir tais objetivos, são os chamados de nano cosméticos.

 

Géis

São veículos simples e compostos por duas fases: a fase líquida (representada pela água) e a fase sólida (representada pelos agentes gelificantes).

Por serem predominantemente compostos por água, os géis são os veículos mais indicados para o tratamento de pele oleosa e acneica.

Os agentes gelificantes (geralmente substâncias poliméricas) suspendem a água, modificando seu estado físico (reologia). De acordo com a quantidade de agente gelificante presente no sistema, teremos diferentes tipos de reologias.

Dependendo do tipo de agente gelificante e porcentagem utilizada, a formulação final poderá apresentar sensorial “pegajoso” e esta é uma queixa muito comum dos profissionais e clientes.

É importante destacar que esse problema não acontece apenas em razão dos polímeros utilizados e de sua concentração, mas também a alguns princípios ativos na sua formulação.

Os géis mais fluídos (menor % de agentes gelificantes), apresentam maior velocidade de espalhamento, isso faz com que ocorra maior facilidade na aplicação da fórmula na pele.

Para solucionar o problema de pegajosidade dos géis, como em qualquer outro tipo de formulação, utilizamos modificadores de sensorial, são substâncias estrategicamente desenvolvidas para aperfeiçoar o sensorial final da formulação.

 

É importante ressaltar que a característica cristalina de um gel depende muito dos princípios ativos nele adicionados.

Agentes gelificantes mais utilizados em Manipulação

 

AMIGEL

É um polissacarídeo natural, biodegradável e obtido por biotecnologia a partir de culturas de Sclerotium rolfsii.

Trata-se de um polímero não iônico e de elevada compatibilidade dérmica e é estável em uma faixa de PH bastante ampla, desde formulações ácidas como peelings até formulações extremamente alcalinas, como tinturas para coloração capilar.

 

ARISTOFLEX

É um polímero aniônico de elevada estabilidade. Permite formular géis cristalinos e incolores e sensorial Hydrafresh – sensorial de gel refrescante que derrete na pele durante o espalhamento.

 

PLURIGEL

É um carbomero, um dos polímeros mais utilizados pala indústria cosmética no preparo de géis e gel creme, pelo baixo custo que apresenta.

Em razão da faixa de PH ser predominantemente neutra, (acima de 5,0), é impossível estabilizar ácidos e eletrólitos nesse veículo.

Os géis de carbomero, por sua elevada cristalinidade e baixo custo, são bastante utilizados em formulações hidratantes e preparações capilares.

 

NATROSOL

Assim como o carbomero, o natrosol é um polímero amplamente utilizado para formulações devido ao seu baixo custo e elevada estabilidade.

Os géis de Natrosol são transparentes, porém levemente amarelados.

 

ULTRAGEL 300

Possui estabilidade e substantividade aos cabelos e à pele.

Ultragel 300 é um polímero acrílico catiônico, ou seja, possui carga positiva.

Uma das principais características desse agente gelificante, além da transparência e agradável sensorial, é a estabilidade. Seu PH se estende de 2,0 a 12,0 permitindo a associação de princípios ativos ácidos ou alcalinos.

 

EMULSÕES

Definimos emulsões como veículos que apresentam em sua composição uma fase oleosa e outra fase aquosa, estabilizadas pela presença de um agente emulsionante.

As emulsões por conterem gordura em sua composição, são especialmente indicadas para o desenvolvimento de formulações para peles secas, podendo ainda ser indicadas para o tratamento corporal.

 

GEL CREME

É um dos veículos cosmecêuticos mais empregados em países tropicais como o Brasil, por esse motivo existe tanta diversidade de pele.

O veículo do tipo gel creme une as vantagens proporcionadas pelos géis (sensorial refrescante e pela emoliência e maciez) e excluindo suas desvantagens (pegajosidade e untuosidade).

Este veículo é ideal para o tratamento de peles mistas.

 

MUSSES

Uma categoria pouco explorada para manipulação é o veículo mousse. Constituída por tensoativos específicos (biocompatíveis), é possível manipular com esse tipo de veículo formulações destinadas para higiene e limpeza, bem como produtos de permanência na pele como hidratantes e produtos anti-aging.

 

Segue abaixo algumas tabelas para que você possa escolher ou se informar a respeito do melhor veículo para a sua formulação dermocosmética:

 

Indicação: Peles oleosas, mistas e ideal para uso no microagulhamento

VEÍCULO TIPO REOLOGIA PH DE ESTABILIDADE PROPRIEDADES
GÉIS Amigel Séruns, fluídos e géis 2,0 – 12,0 Elevada estabilidade e sensorial sofisticado (maciez)
Aristoflex géis 1,5 – 9,0 Elevada estabilidade e sensorial Hydrafresh
Natrosol Séruns, fluídos e géis 2,0 – 10,0 Elevada estabilidade e baixo custo
Plurigel Séruns, fluídos e géis 5,0 – 10,0 Transparência e baixo custo
Ultragel 300 Séruns, fluídos e géis 2,0 – 12,0 Transparência e baixo custo

 

 

Indicação: Ideal para peles secas ou tratamentos corporais

VEÍCULO TIPO REOLOGIA PH DE ESTABILIDADE PROPRIEDADES
EMULSÕES Polybase cristal Leites, loções cremosas e cremes 5,0 – 7,0 Emulsão formadora de cristais líquidos e biocompatibilidade cutânea
Hostacerin CG Leites, loções cremosas e cremes 2,0 – 9,0 Elevada estabilidade e otimização na penetração de ativos
Lanette N Leite, loções cremosas e cremes 2,0 – 10,0 Baixo custo e elevada estabilidade aniônica
Paramul J Leites, loções cremosas e cremes 5,0 – 7,0 Emulsão não iônica com sensorial não oleoso
Polawax Leites, loções cremosas e cremes 3,0 – 10,0 Emulsões brilhantes, não iônicas e de baixo e de baixo custo
Uniox Cristal Leites, loções cremosas e cremes 3,0 – 10,0 Emulsão formadora de cristais líquidos vegetal

 

Indicação: Peles mistas

Veículo Aristoflex AVL Gel creme consistente 1,5 – 9,0 Elevada estabilidade, não comedogênico, desaparece na pele, sensorial hydrafresh
GEL CREME Hostacerin SAF Gel creme consistente 1,5 – 9,0 Elevada estabilidade, hidratante e sensorial hydrafresh
LC Silicone Blend Creme gel consistente 5,5 – 7,0 Veículo siliconado de suave espalhabilidade e sensorial de pele aveludada
Nikkolipod 815 Depende da reologia do gel empregado Depende do gel empregado Emulsão formadora de cristal líquido com propriedades anti-inflamatórias
Nikkomulese 41 Depende da reologia do gel empregado Depende do gel empregado Formação de um filme hidrofóbico sobre a pele, ideal para o desenvolvimento de FPS
Sepigel 305 Gel creme consistente 2,0 – 12,0 Boa estabilidade com extremos de PH

Indicação: Para aplicação oil free

PSEUDO

EMULSÕES

NET FS Aditivo – associado a géis, fluídos e séruns para o preparo de veículos oil free Depende do gel associado Microemulsão de silicone, favorece a formação de filme hidratante sobre a pele. A adição deste produto aos géis (diferentes reologias) permite o desenvolvimento de veículos oil free
Emulzome Aditivo – associado a géis, fluídos e séruns para o proparo de veículos emulsifier free Depende do gel associado A adição desse produto aos géis (diferentes reologias) permite o desenvolvimento de gel creme do tipo veículo emulsifier free.
Nanogel Plus Gel creme consistente 5,0 – 7,0 Veículo nanotecnológico, aumenta a penetração de princípios ativos na pele e é isento de emulsionantes

 

Agora que você conheceu a respeito dos diversos veículos para produzir as suas fórmulas, que tal participar de um curso onde além de ter acesso a diversas fórmulas dermocosméticas, você ainda pode adquirir segurança e dominar mais de 15 tipos diferentes de ácidos utilizados nas sessões de Peelings Químicos?

Aproveite que as matrículas estão abertas por tempo limitado!

Venha conhecer o Curso Online de Peelings Químicos com mais de 60 aulas gravadas teóricas e práticas e 3 tratamentos completos com fotos do antes e depois:

  1. Melasma
  2. Olheiras
  3. Rejuvenescimento

Acesse o link e realize a sua matrícula!

MAIS INFORMAÇÕES

 

Como controlar a Acne

Olá, nesse artigo eu quero falar sobre a Acne, você irá entender como ela se forma e o que podemos fazer para controlar a acne. Apesar de ser uma patologia comum na adolesência, existem muitas mulheres adultas que tem problemas com a acne e procuram tratamentos estéticos, sendo assim vale muito a pena estar a par desse assunto.

Boa leitura e deixe o seu comentário ao final do artigo, ok?

 

O que é Acne

A acne é uma afecção da pele que ocorre­ pelo excesso de produção de sebo causado pela glândula sebácea e como consequência ocorre a infestação de bactérias como a Propionibacterium acne e o Demodex.

A acne afeta cerca de 80% da população de idade jovem.

Demodex folliculorum

Imagem do Demodex folliculorum

 

As causas do aparecimento podem ser:

Internas: São multifatoriais, por influência principal dos distúrbios hormonais.

Externas: acne causada por cosméticos inapropriados para o tipo de pele, pode causar comedões.

As consequências do surgimento da acne são:

  • Hiperatividade da glândula sebácea;
  • Queratinização folicular com obstrução dos óstios, resultando em comedões;
  • Proliferação de microorganismos, sendo particularmente infestados por Propionibacterium acne, Demodex e por fungos Pityrosporum ovale. Esses microorganismos produzem enzimas (esterases) capazes de hidrolisar os triglicéridos do sebo, liberando ácidos graxos livres, que são irritantes;
  • Inflamação, com aparecimento de pápulas e pústulas.
  • A atuação do profissional de estética com relação a acne restringe-se a minimizar seus efeitos pela orientação ao cliente e pela utilização de tratamentos e cosméticos adequados e específicos para cada uma das manifestações apresentadas.

 

Orientações Importantes:

É fundamental que o cliente não manipule comedões e pústulas, ocasionando lesões que poderão tornar-se cicatrizes profundas de acne.

Evitar o uso de cremes gordurosos, dando preferência a géis, fluidos ou loções sem óleo, oil free ou efeito mate.

O uso de esfoliantes podem ser úteis em alguns casos, em peles com comedões, sendo desaconselhável no caso de pústulas infamadas.

A higienização correta da pele com sabonete líquido e tônico adstringentes são essenciais.

 

 

Produtos e princípios Ativos  mais utilizados no tratamento estético da acne

Higienizantes: Utilizam-se em geral, tensoativos capazes de emulsionar o material gorduroso e as impurezas, removendo-os em seguida com água. Dá-se preferência aos tensoativos menos agressivos para a pele, como:

 

  • Anfóteros (betaína de coco);

Anfótero é uma molécula ou íon capaz de reagir sendo como um ácido ou uma base.

 

  • Não iônicos: Alquil poliglicosídeos (Plantaren, Glucam).

Nas formulações Higienizantes, além de tensoativos, são incluídos outros ativos, como substâncias esfoliantes, queratolíticas, anti-sépticas, calmantes e etc.

 

Esfoliantes: São sustâncias que promovem uma leve descamação das células epidérmicas mortas por meio de ação mecânica.

 

 

As principais são:

 

  • Microesferas de polietileno;
  • Pó de cavalinha – as folhas são ricas em óxido de silício, atuando como esfoliante suave. Pode ser adicionado a sabonetes cremosos no momento da aplicação;
  • Pó de semente de damasco – é igual ao apricot, casca de nozes ou outros.
  • Púmice – Consiste em um completo de silicatos de alumínio, potássio e sódio, cuja origem é vulcânica, encontrado principalmente no arquipélago grego;
  • Glicosferas de papaína.

 

 

Vamos entender o que significa o termo queratolítico?

 

Queratolíticos – significa “quebra” da queratina, ou seja, são substâncias capazes de desorganizar quimicamente a molécula de queratina, removendo as células epiteliais em alguns níveis, dependendo da concentração do ativo.

Pode-se obter essa ação com:

  • Resorcina ou solução de Jessner : possui ação queratolítica e provoca descamação;
  • Ácido salicílico: Também possui ação queratolítica;
  • Ácido glicólico: Enfraquece as ligações entre os corneócitos;
  • TCA:  O ácido tricloroacético, mais conhecido como ATA ou TCA, é uma solução ácida aquosa que possui efeito de ação caustica, muito utilizado por médicos para o tratamento de verrugas e lesões. Tem efeito queratolítico nas aplicações dos peelings químicos.

 

Ativos cosméticos cicatrizantes para regeneração do epitélio:

 

Alantoína – Princípio ativo encontrado no confrei, nas sementes de tabasco, na beterraba, no germe de trigo e na casca do castanheiro-da-índia. É também obtido, por síntese, do ácido úrico.

Tem ação cicatrizante e é muito utilizado para pós sol, pós barba, pós depilação e para peles sensíveis.

É calmante, aliviando o desconforto de irritações na pele

Como resultado de estudos, pode-se concluir que a alantoína tem efeito amaciante sobre os tecidos hiperqueratósicos em certas doenças de pele.

Em soluções e emulsão é utilizado em concentrações de 0,01 a 2%.

 

Aloe Vera – Conhecida no Brasil como babosa. Sinônimos: acibar, caraguatá. Partes usadas: mucílago das folhas.

Aloe vera possui propriedades hidrantantes, suavizante e cicatrizante, sendo muito utilizada para a cura de queimaduras.

A concentração varia de 1 a 10%.

 

 

Anti-inflamatórios e descongestionantes

 

  • Ácido glicirrízico – obtido do alcaçuz.
  • Alfa bisabolol – potente anti-inflamatório obtido da camomila.
  • Azuleno – princípio ativo encontrado no óleo da camomila.
  • Bardana – usa-se a raíz, folhas e sementes. Além de calmante, tem ação adstringente e antisséptica.
  • Calêndula – usa-se as flores e tem ação anti-inflamatória
  • Camomila – tem ação anti-inflamatória e calmante

 

 

Ativos cosméticos Anti-sépticos e adstringentes

Os adstringentes de um modo geral possuem ação cicatrizante e descongestionante.

São utilizados os seguintes princípios ativos, dentre outros:

  • Hamamélis
  • Gerânio
  • Tomilho
  • Arnica
  • Alecrim
  • Melaleuca
  • Epicutin
  • Óxido de zinco
  • Sulfato de zinco
  • Cânfora
  • Própolis

 

As funções desses ativos citados acima são:

Antissépticos, adstringentes, anti-inflamatórios e cicatrizantes. Possuem ação contra bactérias gram-positivas, gram-negativas e fungos.

 

 

Anti-seborréicos

São substâncias que atuam removendo a oleosidade excessiva e normalizam a secreção sebácea.

Para um tratamento efetivo no combate a acne com comedões, pústulas e milliuns será necessário realizar uma boa limpeza de pele e após 15 dias efetuar um tratamento utilizando peelings químicos voltados para cada fototipo de pele.

 

Bem, espero que esse artigo tenha de ajudado de alguma forma, eu recomendo que você se aprofunde nos estudos dos ativos cosméticos e como eles agen nas diversas patologias da pele

Se você quiser saber mais a respeito de profundidade dos peelings químicos, patologias, fototipos, tipos de ácidos e suas concentrações, aplicações e fórmulas para manipulação, venha conhecer o curso completo de peelings químicos, basta clicar no link abaixo:

MAIS INFORMAÇÕES

 

Retinóides

Retinóides: Da Acne ao Tratamento de Rugas

Neste artigo você irá conhecer um pouco mais sobre a utilização dos Retinóides dentro da estética, quais os tipos principais e também a correta utilização desse importante cosmecêutico para  tratamento de acne e tratamento de rugas.

Tipos de Retinóides

Existem vários tipos de retinóides no mercado hoje, com vários produtos produzindo resultados muito eficientes.

O corpo precisa de vitamina A para desenvolver dentes fortes e tecidos, visão saudável e pele saudável. Retinol é um tipo de vitamina A que pode ser encontrada em fontes alimentares como leite integral,  produtos lácteos, fígado, carnes e ovos.

A vitamina A também está disponível em formas tópicas, conhecidas como retinóicos, que são usados como medicamentos para tratar as condições da pele .

Os retinóicos foram inicialmente comercializados e aprovados para combater a acne muito grave , mas os pesquisadores logo descobriram outra propriedade valiosa dos retinóicos: eles poderiam reduzir os sinais de fotoenvelhecimento (envelhecimento da pele pela exposição ao sol) e logo foram usados como um tratamento de rugas.

 

Retinóides para Tratamentos de Problemas da Pele

Retinol

 

Principais Tipos de Retinóides

Existem dois tipos principais de retinóides usados medicamente:

Isotretinoína

Isotretinoína,  é uma medicação oral que pode ser prescrito para pessoas que não podem controlar a acne grave, (nódulo-cística e conglobata e acne com risco de cicatrizes permanentes) e também quadros de acne resistentes a terapêuticas anteriores (antibióticos sistêmicos e agentes tópicos).

Embora tenha sido recomendado para ser extremamente eficaz no tratamento da acne, ele tem sérios efeitos colaterais, incluindo defeitos de nascimento, se tomado por mulheres grávidas.

A isotretinoína oral pode causar depressão e, raramente, pensamentos de suicídio.

Outro efeito colateral é que o retinóide como a isotretinoína pode contribuir para piorar a doença do intestino irritável.

Tretinoína

Tretinoína (Retin-A, Vitacid, Renova) é um tópico de vitamina A para prescrição no tratamento da acne.

Ele também é usado para ajudar a reverter danos à pele da exposição ao sol.

A tretinoína funciona como um irritante, o que resulta em uma rápida transformação das células da pele, fazendo com que as células velhas morram mais rapidamente.

A tretinoína ajuda a acne a desaparecer da pele, enquanto ele minimiza a aparência de rugas e manchas escuras na pele.

Existem também formas sintéticas e derivadas de retinóides, tópicos disponíveis para prescrição no combate a acne como o  adapaleno (Differin)

 

Retinóicos para o tratamento de rugas

Tratamento de rugas

 

Eficácia do Tratamento

Estudos têm examinado a eficácia de vários tipos de prescrições com retinóicos, tanto para acne,  como para um tratamento de rugas.

Os investigadores concluíram que os retinóicos tópicos são um tratamento eficaz da acne e são também eficazes em impedir novas infestações de acne e a pesquisa também encontrou resultados impressionantes quando se trata de reduzir, e em alguns casos até reverter, danos causados pelo sol.

Cosméticos que também alegam tratar uma condição de pele com rugas e linhas de expressão são feitos em cremes e contêm formas mais fracas de retinóicos .

Esses cosméticos estão amplamente disponíveis para venda, mas relativamente pouca investigação tem sido feita para determinar a sua eficácia.

Dos estudos que foram realizados, os cosmecêuticos com a forma da vitamina A são chamados de  retinaldeídos (ação similar ao ácido retinóico mas com menos irritação) são os mais bem sucedidos em reduzir os sinais do envelhecimento.

 

Os cuidados com o uso

  • Isotretinoína e tretinoína devem ser usados sob a supervisão de um profissional.
  • Cremes e cosméticos com retinaldeídos são usados livremente e encontrados nas perfumarias e farmácias.
  • Todo o cuidado é pouco com o sol quando estiver usando este tipo de medicamento ou cosmético, é de suma importância o uso do filtro solar no mínimo fator 30 para que não ocorra o risco de manchas na pele.
  • Deve-se observar as recomendações de uso e ler atentamente a bula.
  • Os Retinóicos continuam sendo os queridinhos das pessoas com problemas de acne.

 

Microagulhamento

Uma outra forma bastante eficaz para o tratamento de rugas e cicatrizes de acne é o Microagulhamento.  O uso dessa técnica está cada vez mais presente no mundo da estética, pensando nisso desenvolvo um curso completo que ensina tudo sobre o Microagulhamento através de vídeo aulas completas de tratamentos reais.

Caso você tenha interesse em conhecer esse curso, clique aqui ou na imagem abaixo.

 

Microagulhamento sem Mistérios

>