Category Archives for Cuidados

Como controlar a Acne

Olá, nesse artigo eu quero falar sobre a Acne, você irá entender como ela se forma e o que podemos fazer para controlá-la. Apesar de ser uma patologia comum na adolesência, existem muitas mulheres adultas que tem problemas com a acne e procuram tratamentos estéticos, sendo assim vale muito a pena estar a par desse assunto.

Boa leitura e deixe o seu comentário ao final do artigo, ok?

 

O que é Acne

A acne é uma afecção da pele que ocorre­ pelo excesso de produção de sebo causado pela glândula sebácea e como consequência ocorre a infestação de bactérias como a Propionibacterium acne e o Demodex.

A acne afeta cerca de 80% da população de idade jovem.

Demodex folliculorum

Imagem do Demodex folliculorum

 

As causas do aparecimento podem ser:

Internas: São multifatoriais, por influência principal dos distúrbios hormonais.

Externas: acne causada por cosméticos inapropriados para o tipo de pele, pode causar comedões.

As consequências do surgimento da acne são:

  • Hiperatividade da glândula sebácea;
  • Queratinização folicular com obstrução dos óstios, resultando em comedões;
  • Proliferação de microorganismos, sendo particularmente infestados por Propionibacterium acne, Demodex e por fungos Pityrosporum ovale. Esses microorganismos produzem enzimas (esterases) capazes de hidrolisar os triglicéridos do sebo, liberando ácidos graxos livres, que são irritantes;
  • Inflamação, com aparecimento de pápulas e pústulas.
  • A atuação do profissional de estética com relação a acne restringe-se a minimizar seus efeitos pela orientação ao cliente e pela utilização de tratamentos e cosméticos adequados e específicos para cada uma das manifestações apresentadas.

 

Orientações Importantes:

É fundamental que o cliente não manipule comedões e pústulas, ocasionando lesões que poderão tornar-se cicatrizes profundas de acne.

Evitar o uso de cremes gordurosos, dando preferência a géis, fluidos ou loções sem óleo, oil free ou efeito mate.

O uso de esfoliantes podem ser úteis em alguns casos, em peles com comedões, sendo desaconselhável no caso de pústulas infamadas.

A higienização correta da pele com sabonete líquido e tônico adstringentes são essenciais.

 

 

Produtos e princípios Ativos  mais utilizados no tratamento estético da acne

Higienizantes: Utilizam-se em geral, tensoativos capazes de emulsionar o material gorduroso e as impurezas, removendo-os em seguida com água. Dá-se preferência aos tensoativos menos agressivos para a pele, como:

 

  • Anfóteros (betaína de coco);

Anfótero é uma molécula ou íon capaz de reagir sendo como um ácido ou uma base.

 

  • Não iônicos: Alquil poliglicosídeos (Plantaren, Glucam).

Nas formulações Higienizantes, além de tensoativos, são incluídos outros ativos, como substâncias esfoliantes, queratolíticas, anti-sépticas, calmantes e etc.

 

Esfoliantes: São sustâncias que promovem uma leve descamação das células epidérmicas mortas por meio de ação mecânica.

 

 

As principais são:

 

  • Microesferas de polietileno;
  • Pó de cavalinha – as folhas são ricas em óxido de silício, atuando como esfoliante suave. Pode ser adicionado a sabonetes cremosos no momento da aplicação;
  • Pó de semente de damasco – é igual ao apricot, casca de nozes ou outros.
  • Púmice – Consiste em um completo de silicatos de alumínio, potássio e sódio, cuja origem é vulcânica, encontrado principalmente no arquipélago grego;
  • Glicosferas de papaína.

 

 

Vamos entender o que significa o termo queratolítico?

 

Queratolíticos – significa “quebra” da queratina, ou seja, são substâncias capazes de desorganizar quimicamente a molécula de queratina, removendo as células epiteliais em alguns níveis, dependendo da concentração do ativo.

Pode-se obter essa ação com:

  • Resorcina ou solução de Jessner : possui ação queratolítica e provoca descamação;
  • Ácido salicílico: Também possui ação queratolítica;
  • Ácido glicólico: Enfraquece as ligações entre os corneócitos;
  • TCA:  O ácido tricloroacético, mais conhecido como ATA ou TCA, é uma solução ácida aquosa que possui efeito de ação caustica, muito utilizado por médicos para o tratamento de verrugas e lesões. Tem efeito queratolítico nas aplicações dos peelings químicos.

 

Ativos cosméticos cicatrizantes para regeneração do epitélio:

 

Alantoína – Princípio ativo encontrado no confrei, nas sementes de tabasco, na beterraba, no germe de trigo e na casca do castanheiro-da-índia. É também obtido, por síntese, do ácido úrico.

Tem ação cicatrizante e é muito utilizado para pós sol, pós barba, pós depilação e para peles sensíveis.

É calmante, aliviando o desconforto de irritações na pele

Como resultado de estudos, pode-se concluir que a alantoína tem efeito amaciante sobre os tecidos hiperqueratósicos em certas doenças de pele.

Em soluções e emulsão é utilizado em concentrações de 0,01 a 2%.

 

Aloe Vera – Conhecida no Brasil como babosa. Sinônimos: acibar, caraguatá. Partes usadas: mucílago das folhas.

Aloe vera possui propriedades hidrantantes, suavizante e cicatrizante, sendo muito utilizada para a cura de queimaduras.

A concentração varia de 1 a 10%.

 

 

Anti-inflamatórios e descongestionantes

 

  • Ácido glicirrízico – obtido do alcaçuz.
  • Alfa bisabolol – potente anti-inflamatório obtido da camomila.
  • Azuleno – princípio ativo encontrado no óleo da camomila.
  • Bardana – usa-se a raíz, folhas e sementes. Além de calmante, tem ação adstringente e antisséptica.
  • Calêndula – usa-se as flores e tem ação anti-inflamatória
  • Camomila – tem ação anti-inflamatória e calmante

 

 

Ativos cosméticos Anti-sépticos e adstringentes

Os adstringentes de um modo geral possuem ação cicatrizante e descongestionante.

São utilizados os seguintes princípios ativos, dentre outros:

  • Hamamélis
  • Gerânio
  • Tomilho
  • Arnica
  • Alecrim
  • Melaleuca
  • Epicutin
  • Óxido de zinco
  • Sulfato de zinco
  • Cânfora
  • Própolis

 

As funções desses ativos citados acima são:

Antissépticos, adstringentes, anti-inflamatórios e cicatrizantes. Possuem ação contra bactérias gram-positivas, gram-negativas e fungos.

 

 

Anti-seborréicos

São substâncias que atuam removendo a oleosidade excessiva e normalizam a secreção sebácea.

Para um tratamento efetivo no combate a acne com comedões, pústulas e milliuns será necessário realizar uma boa limpeza de pele e após 15 dias efetuar um tratamento utilizando peelings químicos voltados para cada fototipo de pele.

 

Bem, espero que esse artigo tenha de ajudado de alguma forma, eu recomendo que você se aprofunde nos estudos dos ativos cosméticos e como eles agen nas diversas patologias da pele

Se você quiser saber mais a respeito de profundidade dos peelings químicos, patologias, fototipos, tipos de ácidos e suas concentrações, aplicações e fórmulas para manipulação, venha conhecer o curso completo de peelings químicos, basta clicar no link abaixo:

MAIS INFORMAÇÕES

 

O impacto da Glicação no Processo de Envelhecimento

Glicação é um termo que têm sido muito utilizado na área da estética, nesse artigo vamos entender o que é glicação e quais são os malefícios que este processo traz para a nossa pele.

Boa leitura e espero que esse artigo seja útil e a opinião de vocês ao final do artigo é muito importante!

 

Definição

A glicação é um termo que está ganhando mais impulso no consumo e varejo de produtos cosméticos e está sendo muito abordado também em revistas de saúde e beleza. Embora a maioria dos profissionais que trabalham com os cuidados da pele já saibam o que isto significa, é sempre uma vantagem profissional saber o que os clientes estão lendo a fim de reduzir a chance de ser pega de surpresa.

 

O Processo da Glicação

Já se sabe que o excesso de açúcar pode levar a uma variedade de problemas de saúde, mas o que mais se esquecem é que muito açúcar também pode afetar a pele.

O açúcar pode ser digerido em muitas formas, incluindo o consumo de carboidratos e pode ainda ser formado através da preparação de refeições, moderar na quantidade de açúcar que ingerimos não é uma medida tomada apenas para equilibrar o peso.

O açúcar em excesso abre portas para doenças graves e agiliza o envelhecimento da pele, essa ação negativa que a glicose promove no organismo é chamada de glicação.

A glicação é uma reação na qual carboidratos, como a glicose, ou lipídeos ligam-se permanentemente a proteínas, sem a atuação de uma enzima, quando o corpo não produz insulina suficiente para processar o excesso de açúcar.

Desse modo, essas proteínas sofrem modificações e impedem que as células desempenhem seus papéis.

Essa mutação leva à formação de AGEs (Advanced Glycation End products) ou produtos finais da glicação avançada, substâncias responsáveis pela aceleração do envelhecimento.

 

foto-2

image1

Uma vez que os AGEs são formados, tendem a consumir o colágeno e a elastina da pele causando flacidez e envelhecimento.

Quanto mais açúcar as pessoas consomem, sendo açúcares transformados ou naturais, mais os AGEs são produzidos.

A formação de AGEs, substâncias responsáveis pela aceleração do envelhecimento também são encontrados em alimentos ricos em gordura saturada e gordura trans que favorecem a reação de glicação.

foto-3

 

As carnes defumadas e assadas em alta temperatura, bolos e tortas já possuem AGEs em sua composição, pela adição de conservantes, corantes químicos e realçadores de sabor, completa.

Os efeitos da glicação no processo de nível celular pode comprometer a estrutura da pele, resultando em rugas, perda de elasticidade, rigidez, envelhecimento acelerado e ainda comprometendo a função da barreira de proteção da pele.

Outra condição que aparece com o processo de glicação da pele é uma perda de volume no rosto devido à redistribuição de gordura ocasionando papada e deformação do contorno facial.

Embora o desenvolvimento de linhas e rugas seja normal com o avanço da idade, é difícil ver os clientes em seus 20 anos se assemelhar a uma pessoa nos seus 40 anos, mas hoje em dia está ocorrendo com certa frequência.

O processo de glicação têm sido ligado a vários problemas de saúde diferentes. As condições oxidativas que surgem a partir da formação da glicação pode levar a Alzheimer, doenças cardiovasculares e renais.

Outro sintoma decorrente do excesso de açúcar e processo de glicação, além do aparecimento de rugas e flacidez, é a capacidade reduzida de regeneração celular.

É uma pele que não responde rapidamente aos tratamentos estéticos.

A glicação, na verdade, ocorre em todo ser humano, afinal de contas, nossa glicemia não pode ser zero. Ela só é maléfica quando ocorre em excesso, ou quando a pessoa não produz insulina suficiente para manter equilibrada sua taxa de glicemia, as pessoas diabéticas são fortemente prejudicadas neste caso.

 

Quais medidas podem ser tomadas no combate aos efeitos da glicação?

image4

 

É importante que a profissional recomende a cliente uma boa alimentação com diminuição no consumo de açúcar, assim como também diminuição no consumo de frituras, gorduras e álcool.

 

Existem hoje alguns suplementos que auxiliam no combate à glicação mas devem ser consumidos conforme orientação médica, são eles:

  • Carnosina, carnitina, pyridoxamine (um derivado da vitamina B-6), tiamina (vitamina B-1), alfa ácido lipóico e benfotiamina. Estes suplementos de uso oral estão se tornando mais comum também para uso externo no combate à  glicação em produtos de cuidados da pele.

 

  • Outros ingredientes interessantes para o uso contra a glicação incluem Paeonia albiflora extracto (flor peônia), julibrissin Albizia extracto (árvore de seda persa), niacinamida, mirtilos e romã.

Ao lidar com as condições da pele glicada, é essencial lembrar que a pele precisa de produtos que contêm vitaminas e nutrientes que irão hidratar e devolver o viço e melhorar o contorno facial.

Alguns ingredientes que ajudam a hidratar a pele incluem ácido hialurônico, vitamina E,  óleo de mirtilo,  óleo de jojoba,  aloe vera,  mel, dentre outros.

A vitamina C é muito bem vinda para a renovação celular e para o rejuvenescimento.

Os tratamentos estéticos, dieta balanceada, ingestão de 2 litros de água por dia, exercícios físicos e cuidados com produtos home care são essenciais para alcançar bons resultados na melhora da pele.

 

 

Chegamos ao final desse artigo, espero que esse conteúdo tenha sido útil de alguma forma para você!

Os tratamentos estéticos que utilizam PEELINGS QUÍMICOS OU MICROAGULHAMENTO estimulam a produção de colágeno e a renovação da pele, portanto são bastante eficientes para evitar o processo de glicação. Para você, profissional da estética, saúde ou beleza, é muito importante que você tenha pleno domínio sobre essas técnicas.

Caso você queira saber mais sobre esses tratamentos, conheça os nossos cursos de PEELINGS QUÍMICOS OU MICROAGULHAMENTO acessando os links abaixo:

 

Microagulhamento sem Mistérios

Microagulhamento: Para informações clique aqui

Capa Curso

Peelings Químicos: Para informações clique aqui

 

Utilização do Ácido Tranexâmico

Estudo sobre o Ácido Tranexâmico

Eu estou aqui para acrescentar sabedoria e conhecimentos com mais um artigo super interessante para a nossa área da estética. Vamos conhecer um estudo sobre o Ácido Tranexâmico?

E claro, não esqueça de deixar os seus comentários, são muito importantes pra mim. Bjs e sucesso sempre.

Conhecendo os benefícios do Ácido Tranexâmico

Ácido Tranexâmico

Vamos entender através de deste artigo que eu fiz sobre os benefícios do ácido Tranexânico.

O Ácido tranexâmico é eficaz contra manchas Hiperpigmentadas e vermelhidão. No campo médico, o ácido tranexâmico funciona como anti-hemorrágico confiável.

Ele é muito utilizado e eficaz durante as cirurgias e no caso de lesões acidentais.

Utilização

Em cosméticos médicos, o ácido tranexâmico é utilizado para tratamentos da pele, pequenas quantidades podem branquear manchas pigmentadas e reduzir a vermelhidão.

O ácido tranexâmico é também conhecido como agente farmacêutico. No ano de 2011,  foi inscrito na lista de “Modelos de Medicamentos Essenciais” (EML) da Organização Mundial de Saúde (OMS) – em particular para o tratamento de traumatismos após acidentes de trânsito ou em caso de riscos hemorrágicos e até hemorragias fatais.

O ácido tranexâmico, do ponto de vista químico, é um aminoácido, e mais precisamente, estamos falando do ácido trans-4- (aminometil) ciclohexanocarboxílico.

Estrutura do ácido tranexâmico

O composto cristalino incolor pertence ao grupo de antifibrinolíticos, ou seja, agentes que impedem a decomposição da fibrina. A fibrina é uma proteína encontrada no plasma sanguíneo que é formada durante o sangramento e que atua no fechamento das feridas.

A fibrinólise, ou seja, o processo oposto de dissolução da proteína, começa logo após a formação da fibrina. Antifibrinolíticos são freqüentemente utilizados durante intervenções cirúrgicas e extrações de dentes, a fim de reduzir sangramentos.

 

Uma descoberta casual para uso na dermatologia

Em dermatologia, os efeitos deste ácido são conhecidos há muito tempo, para diminuições do pigmento.

O primeiro relato sobre o tratamento de melasmas com ácido tranexâmico ocorreu em 1979 e provém de uma observação acidental após a administração oral (medicamento) de ácido tranexâmico.

Quando começaram os testes, a intensidade de um melasma foi significativamente reduzida num período de duas a três semanas.

 

Melasmas

Melasma

 

Melasmas ou Hiperpigmentações são desencadeadas por influências endógenas (por dentro) e exógenas (por fora) diversas, como:

  • Exposição à radiação solar
  • Influências hormonais, como por exemplo durante a gravidez
  • hiperpigmentação pós-inflamatória
  • Reações do próprio corpo

 

Um número considerável de estudos sobre as manchas escuras na pele apontaram para um grande número de pessoas que sofrem com a aparência, portanto, é muito importante um tratamento estético ou dermatológico.

Esta é a razão pela qual ocorreram muitos estudos clínicos e mais tarde também estudos cosméticos sobre o ácido tranexâmico.

Os estudos demonstraram os seguintes resultados: o ácido tranexâmico é eficaz após administração oral e após aplicação tópica.

Uma variedade de mecanismos bioquímicos foram discutidas, dentre as quais, a inibição da tirosinase, mas o principal campo de aplicação de ácido tranexâmico no entanto é a prevenção.

O ácido tranexâmico já é eficaz em baixa dosagem, em alta dosagem não irá melhorar os efeitos, mas sim causar irritações.

 

Utilização em cosméticos

Utilização do Ácido Tranexâmico

 

Em cosméticos, o ácido solúvel em água é utilizado em cremes comerciais e séruns numa dosagem de 2% no máximo.

Outras técnicas para aumentar a eficácia tal como, por exemplo, a iontoforese não têm sido bem sucedidas.

Houve relatos de uso através de microinjeções intradérmicas, portanto, pode-se supor que o ácido tranexâmico pode ser utilizado com sucesso também através de injeções indicadas por dermatologistas

A combinação de microdermoabrasão e tratamentos a laser com preparações de ácido tranexâmico lipossomal é amplamente difundida no Sudeste Asiático e, entretanto, também aplicado na Europa.

Ocasionalmente, inibidores adicionais de tirosinase como a vitamina C, extratos de ervas e ácido kójico, e no contexto médico também hidroquinona (proibido na Directiva Cosmética Europeia) são aplicados topicamente para remover hiperpigmentações existentes ou evitar uma nova formação de manchas.

Nos anos noventa, Shiseido, um fabricante japonês de cosméticos, havia solicitado patentes para derivados de ácido tranexâmico, entre outros ésteres de polifenóis antioxidantes, como a hidroquinona, que em geral não prevaleceram e posteriormente foram retirados do mercado para venda.

 

Eficaz nos cuidados da acne e rosácea

Ácido tranexâmico e niacinamida também se complementam em outra indicação, ou seja, o cuidado da pele com rosácea. Enquanto neste caso particular o ácido tranexâmico reduz a vermelhidão, vitamina B3 tem efeitos anti-inflamatórios, os quais, a propósito, também se observa no caso de peles com acne.

A combinação de ácido tranexâmico com ácido azeláico e outros ácidos oferecem uma opção de tratamento muito eficaz, uma vez que o ácido azeláico controla a flora bacteriana anaeróbia (propionibacterium acnes e staphylococcus epidermidis) típica da acne e rosácea.

O ácido tranexâmico administrado oralmente entra no sistema circulatório através do aparelho gastro intestinal e é excretado em poucas horas através da urina.

O relatório de segurança exigido pela Direção Cosmética Europeia não menciona quaisquer riscos para a saúde no contexto do ácido tranexâmico aplicado topicamente para fins cosméticos.

Não foram ainda observadas irritações após a aplicação de preparações lipossômicas (com ou sem niacinamida).

 

Espero que você tenha gostado deste conteúdo!

Para atingir excelentes resultados no tratamentos de cicatrizes de acne, linhas de expressão, rugas e clareamento de manchas eu super recomendo o Microagulhamento. Caso você queira se aprofundar nesse assunto, eu ofereço um curso completo com mais de 40 vídeo aulas onde você irá dominar toda a técnica do Microagulhamento. Para saber mais, clique aqui ou na imagem abaixo.

Curso Online Microagulhamento

Processo de Cicatrização

Processo de Cicatrização

Nesse artigo você irá entender o que são cicatrizes, como se formam e como funciona o processo de cicatrização, além de conhecer as medidas terapêuticas mais comuns para suavizar as cicatrizes.

As cicatrizes que mais incomodam são aquelas que se tornam espessas ou muito aumentadas, às vezes até dolorosas, consequentes à cirurgias como a cesariana, por exemplo. A cicatrização na verdade é um processo natural, capaz de fechar qualquer lesão aberta no tecido do corpo.

 

Processo de Cicatrização

A cicatrização normal passa por três fases:

Na primeira, a inflamatória, há muitas células na área da lesão.

Na segunda, a fibroproliferativa, os fibroblastos produzem uma substância gelatinosa e várias proteínas, sendo a mais importante, o colágeno.

Colágeno

O colágeno tem a propriedade de unir tecidos entre si, e penetra naturalmente na lesão, dando origem a fibras que se tornam cada vez mais firmes, para formar a cicatriz.

Ao mesmo tempo, ocorrem a migração e proliferação das células na borda do corte, que se encarregam de regenerar a pele, fechando-o.

Na terceira fase, vem a maturação, o número de vasos sanguíneos e fibroblastos diminui consideravelmente, o que determinará a evolução da cor da cicatriz, que passa do avermelhado para o branco.

A duração deste processo varia de pessoa para pessoa e de acordo com o tipo de cirurgia, mas, em geral, o seu aspecto definitivo ocorre de 6 meses a um ano. Quando, no processo de evolução da cicatrização, forma-se uma linha mais grossa ou muito aumentada, às vezes até dolorosa, temos dois tipos de cicatriz:

Cicatriz Hipertrófica

Limitada à área do corte de aparência grossa e avermelhada, que pode involuir naturalmente de um a dois anos.

Quelóide

Ocorre quando a cicatriz ultrapassa ostensivamente a área do corte, invadindo a pele ao redor, com aspecto arredondado. Inicialmente róseo e mole, posteriormente se apresenta esbranquiçado, duro e sem elasticidade. Raramente involui espontaneamente e é extremamente doloroso.

 

Medidas Terapêuticas a serem tomadas

Abaixo, você pode conferir alguns exemplos de medidas para suavizar as cicatrizes

Compressão

Tratamento de Cicatrizes

O uso de placas especiais de silicone para comprimir a lesão pode apresentar bons resultados, de forma praticamente natural. Quando se coloca um anteparo sobre o local, a cicatriz parece “entender” que ali é o seu limite, e para de evoluir.

Muitas vezes, apenas comprimir com uma faixa ou curativo faz com que a cicatriz não avance e até regrida.

Corticoide Oclusivo

Aplicação de produtos oclusivos, sob orientação médica: em creme ou faixas que já contém o corticoide colocadas sobre o queloide. Esse método pode reduzir de forma significativa o problema.

 

Laser e Luz intensa pulsada

Técnica utilizada para diminuir a vascularização e o espessamento local. Ameniza a cor vermelha da cicatriz e diminui sua altura. Hoje em dia, O laser é considerado ideal para tratamentos dermatológicos vasculares, porque age seletivamente sobre a lesão sem prejudicar a pele, isto é, sem causar marca.

Trata-se de um aparelho com luz em comprimento de onda (600 nm a 700 nm) muito próximo ao da hemoglobina (substância que circula no sangue, dentro dos glóbulos vermelhos, e que é responsável pelo transporte de oxigênio em todos os tecidos do corpo humano) e que não atua sobre a melanina ( substância responsável pela coloração nos seres vivos). Por fazer evaporar a hemoglobina, é muito utilizado também nos hemangiomas (manchas cor de vinho na pele) e nas telangiectasias(vasinhos da pele no rosto), proporcionando um resultado final sem deixar marcas.

Já a luz intensa pulsada, atua num comprimento de onda de 560 nm, agindo especificamente sobre a hemoglobina (semelhante ao laser) destruindo-a com consequente diminuição da cicatriz ou do queloide.

Infiltrações de corticoides

image3

 

São injeções de cortisona que podem reduzir significativamente o queloide, especialmente os pequenos queloides e os que se formaram recentemente, por sua ação anti-inflamatória.

 

Se você quer se aprofundar mais nos seus atendimentos pós cirúrgicos, venha fazer uma reciclagem ou esclarecer todas as suas dúvidas no Curso Online de Drenagem Linfática.

São mais de 40 vídeo aulas com todos os movimentos passo a passo e explicações sobre as principais cirurgias plásticas.Durante o mês de abril o curso está com uma promoção ótima em comemoração à Páscoa. Saiba mais e matricule-se clicando aqui ou na imagem abaixo.

8. FB AD Drenagem Linfática

Uso do Ultrassom na Estética

Uso do Ultrassom na estética

Nesse artigo adaptado a partir de uma publicação do Dr. James Romano, cirurgião plástico, quero apresentar para vocês algumas informações sobre o uso do ultrassom na estética.

Boa leitura.

Aplicação e Uso do Ultrassom na Estética

Existem inúmeras novas aplicações da terapia de ultra-som em cirurgia estética. O uso do ultrassom na estética para fins cosméticos teve início em  aproximadamente 1980.

De uso terapêutico generalizado, é um aparelho seguro, de controle preciso e com excelentes resultados previsíveis, fizeram do ultrassom um complemento importante para a prática de cirurgias estéticas.

O uso do ultrassom na estética inclui procedimento facial e corporal, serve para minimizar o tratamento de contratura e tecido cicatricial, como ao redor dos implantes mamários, e os períodos pré e pós-operatório de tratamento de pacientes de cirurgia plástica para acelerar a cicatrização e recuperação após procedimentos tais como: Lifting facial, abdominoplastia e lipoaspiração.

O uso do ultrassom na estética aplicado sobre certos géis com ativos, contribui para uma maior eficácia através da mais profunda e maior penetração dos ativos.

 

Mecanismos de Ação do Ultrassom

Os mecanismos de ação do ultrassom devem ser considerados em termos de quatro categorias:

  1. A primeira é o efeito térmico, que se relaciona com o calor gerado para os tecidos mais profundos, especialmente o colágeno, e os benefícios derivados deste.
  2. O segundo é o efeito mecânico, que se relaciona com as vibrações de alta velocidade que atuam sobre o tecido como uma micro-massagem.
  3. O terceiro é o efeito de cavitação. Isto refere-se à produção de inúmeras gotículas microscópicas de oxigênio do processo de vibração.
  4. Em quarto lugar estão os efeitos biológicos, que incluem a dilatação dos vasos sanguíneos, melhora a circulação sanguínea e a microcirculação, sonoforese ( penetração de agentes farmacológicos ativos através da pele), melhora o fluxo da linfa, promove relaxamento muscular, redução da inflamação e alívio da dor.

 

Impacto no Metabolismo

Além disso, com o uso do ultrassom na estética, o metabolismo da pele é aumentado, o que faz com que o fluxo de linfa melhore, o que por sua vez faz com que os resíduos possam ser removidos rapidamente e mais eficazmente.

Quanto mais resíduos removidos, melhor a penetração e absorção de seus produtos para a pele.

A micromassagem interna feita pelo ultrassom melhora o tônus da pele, a suavidade e a textura. Essa combinação de fatores cria uma pele mais jovem.

Sessões de tratamento com o aparelho demoram cerca de 30 minutos e com a combinação da drenagem linfática os pacientes relatam sentir o alívio imediato.

 

Benefícios do Uso do Ultrassom na Estética

Estrias, linhas finas e pele danificada pelo sol são melhoradas através da  sonoforese.

Reunindo  os efeitos positivos da microdermoabrasão, tecnologia deo uso do ultrassom na estética e potentes ativos cosméticos, os tratamentos são excelentes.

Microdermoabrasão remove a camada exterior espessa e danificada pelo sol da pele, em seguida, a aplicação do ultrassom com produtos especiais atingem uma profundidade maior nas camadas inferiores da pele.

Desta forma, os efeitos finais dos produtos cosméticos são muito mais potentes.

Vários tratamentos são geralmente necessários, e o tratamento é seguro para todos os fototipos de pele. O número e a frequência dos seus tratamentos depende do seu tipo de pele e resposta à terapia. As melhorias são geralmente vistas por volta da quarta sessão de tratamento.

 

Resultados comprovados

O tecido da cicatriz e a contratura  é melhorada tremendamente com ultra-som.

A maioria acredita que isso se deve em grande parte aos efeitos térmicos do ultra-som com o afrouxamento, alongamento e re-orientação do tecido colágeno.

Este demonstrou grandes efeitos para acelerar a cicatrização e descoloração de áreas após faceliftings, abdominoplastia, lipoaspiração ou machucados.

Os pacientes com implantes mamários que foram encapsulados conseguem um amolecimento dos implantes e seios. Sessões de tratamento duram de 15 a 30 minutos somente com o ultrassom e a drenagem linfática acelera os resultados.

 

Redução de Gordura

Tem havido um grande interesse gerado recentemente sobre os efeitos do ultrassom na estética tratando-se da redução de gordura.

Isto já tem sido bem documentado no papel do ultrassom na preparação da gordura antes da lipoaspiração e durante o processo da lipoaspiração.

Nestes casos de assistência externa do ultrassom e lipoaspiração ultra-sônica (UAL) são ambos muito bem sucedidos e bem recebidos.

Recentemente, o uso do ultrassom na estética tem sido descrito na sua utilização como a única modalidade para a sua dissolução de gordura.

Com um fluído, a solução salina é injetada na região a ser tratada, e os ultrassons aplicados de cinco a oito minutos, sem lipoaspiração.

Com algumas sessões, os pacientes notaram melhorias em áreas de acumulações pequenas de gorduras, tais como as bochechas.

 

Ultrassom utilizado para outros fins

Inconscientemente, o aparelho de ultrassom torna-se indispensável em nossa vida cotidiana.

O ultrassom tem sido usado para quebrar pedras nos rins, examinar o feto durante a gravidez, investigação da linguagem dos golfinhos e limpeza das lentes de contato.

Ultrassons, ondas sonoras são a base desta tecnologia e são geradas a uma frequência que está acima do nível do ouvido humano.

 

Níveis do Ultrassom

A taxa de ultrassom significa os números de vibrações que ocorrem em um segundo. Hertz é a unidade de medição.

Unidades de ultrassom médicos e cosméticos são fabricados para proporcionar tipicamente ondas ultra-sônicas a frequências de 1 e 3 MHz, com ciclos de trabalho que variam de 20 a 100 por cento.

Ciclos de trabalho inferior a 100 por cento são chamados de ultra-som “pulsada”, enquanto um ciclo de trabalho de 100 por cento é chamado de “contínua”.

Para os nossos propósitos, a maioria das máquinas são utilizadas em 1 a 3 MHz com os modos contínuo e pulsado.

Ultrassons, ondas sonoras não podem ser transmitidas através do ar e precisam de algum tipo de meio líquido, para servir de condutor.

Por esta razão, um gel é aplicado entre o cabeçote da máquina e a sua pele.

 

Exemplo de paciente ANTES e DEPOIS de uma lipoaspiração

Uso do Ultrassom na Estética | Antes e Depois Frente

Observe quanto a melhoria do contorno foi alcançada.

O uso do ultrassom na estética aplicado rotineiramente nesses pacientes pode promover a rápida resolução do edema, cicatrização mais rápida, diminuir fibroses, e melhor recuperação da pele.

Isso tudo irá diminuir o quadro de gordura localizada.

Uso do Ultrassom na Estética | Antes e Depois Costas

Gostou desse artigo?

Deixe o seu comentário abaixo, isso irá me ajudar a produzir cada vez mais conteúdos relevantes para você.

Curso Online de Drenagem Linfática

Aproveitando que você chegou até aqui, que tal conhecer um pouco mais sobre o Curso Online Completo de Drenagem Linfática?

O Curso tem módulos de Massagem Drenante, Massagem Relaxante, Pós operatório Facial, Pós Operatório Corporal e Gestantes. Mais informações, clique aqui ou na imagem abaixo.

Uso do Ultrassom na Estética | Curso Online de Drenagem Linfática

 

Estrutura e Funções do Tecido Adiposo

Escrevi este artigo para que você possa entender um pouco mais sobre os temíveis adipócitos ou Tecido Adiposo e suas respectivas funções.

Boa leitura!

 

Definição do Tecido Adiposo

Por definição é um tecido conectivo fibroso solto embalado com muitas células (chamados adipócitos) que são especializados no  armazenamento de triglicerídeos mais comumente referido como “gorduras”.

Cada célula adipócito é preenchido com uma única gota grande de triglicerídeo (gordura). Como este ocupa a maior parte do volume da célula, o seu citoplasma , núcleo , e outros componentes são empurradas no sentido dos bordos da célula – que é delimitado pela membrana de plasma (também conhecido como ” membrana de célula “).

Definição de um adipócito

Tecido Adiposo | Definição de um Adpócito

Um adipócito é uma célula animal cuja função particular é o armazenamento de triglicerídeos (gorduras). Como o triglicerídeo é armazenado em uma grande área central do citoplasma dos adipócitos, seus núcleos estão localizados perifericamente.

Os adipócitos também produzem peptídeos antimicrobianos que ajudam o organismo a proteger-se contra infeções bacterianas e de outros patógenos.

 

As Funções do tecido adiposo

  • Atua como uma camada de isolamento , ajudando a reduzir a perda de calor através da pele;
  • Ele também tem uma função de proteção contra traumatismos dos órgãos importantes, como por exemplo os rins;
  • É também um meio de armazenamento de energia .
  • O alimento que é excesso às exigências do corpo é convertido na gordura e armazenado dentro do tecido adiposo.

 

Onde está localizado o tecido adiposo no corpo?

O tecido adiposo forma uma camada grossa sob a pele , em torno dos rins e nas nádegas. Mais geralmente, encontra-se nas mesmas posições em todo o corpo como tecido areolar.

Tecido areolar é um tecido conjuntivo frouxo que consiste de uma malha de colágeno, tecido elástico, e fibras reticulares – com muitas células do tecido conjuntivo entre a malha de fibras.

 

Alguns exemplos específicos das localizações do tecido adiposo incluem:

  • Camada subcutânea profunda da pele
  • Em torno do coração
  • Em torno dos rins
  • Na medula amarela dos ossos longos
  • Nos enchimentos nas articulações
  • Posterior ao globo ocular.

 

Aproveitando que você chegou até aqui, que tal conhecer um pouco mais sobre o Curso Online Completo de Drenagem Linfática? O Curso tem módulos de massagem drenante, massage relaxante, Pós operatório Facial, Pós Operatório Corporal e Gestantes. Mais informações, clique aqui no na imagem abaixo.

Post-Facebook-1

Saiba Mais Sobre Telangiectasia

Neste artigo você irá aprender o que é telangiectasia, como se forma e como tratar esse problema de pele.

O que é Telangiectasia

A telangiectasia é uma condição na qual os pequenos vasos sanguíneos causam linhas vermelhas ou padrões semelhantes a fios na pele. Estes padrões, ou telangiectasias, são formadas frequentemente em grupos. Eles são às vezes conhecidos como “teias de aranha” por causa de sua aparência fina.

Telangiectasias são comuns em áreas que são facilmente visíveis (como os lábios, nariz, olhos, dedos e bochechas). Podem causar desconforto e em algumas pessoas causam uma má aparência.

Dependendo da situação e quantidade de telangiectasias, pode-se removê-las.

Embora as telangiectasias sejam geralmente benignas, elas podem ser um sinal de doença grave. Por exemplo, a telangiectasia hemorrágica hereditária (HHT) é uma condição genética rara que causa telangiectasias que podem colocar a vida em risco. Em vez de formar na pele, essas causadas por hemorrágicas hereditárias aparecem em órgãos vitais, como o fígado. Podem estourar, causando o sangramento maciço (hemorragias).

Para entender melhor o que é telangiectasia, você precisa aprender a identificar alguns sintomas:

Reconhecendo os Sintomas da Telangiectasia

As telangiectasias podem ser desconfortáveis. Elas geralmente não são fatais, mas algumas pessoas podem não gostar de como elas parecem. Desenvolvem-se gradualmente, mas podem ser agravadas por produtos de saúde e beleza que causam irritação da pele, como sabões abrasivos e esponjas.

 

Os sintomas incluem:

  • Dor relacionada à pressão sobre as vénulas (veias e artérias menores)
  • Coceira
  • Marcas vermelhas ou padrões em forma de linha na pele

 

Saiba sobre os sintomas de HHT (Telangiectasia hemorrágica hereditária)

O que é Telangiectasia | Esteticista Como Você

  • Hemorragias nasais freqüentes
  • Sangue preto ou vermelho escuro nas fezes
  • Falta de ar
  • Convulsões
  • Pequenas lesões
  • Manchas avermelhadas

 

Quem está em risco de contrair Telangiectasia?

Ao entender o que é telangiectasia você irá concluir que é uma doença comum da pele, mesmo entre as pessoas saudáveis. No entanto, certas pessoas estão mais em risco de desenvolver telangiectasias do que outros.

Isso inclui aqueles que:

  • Trabalham ao ar livre
  • Sentam ou ficam o dia todo em pé
  • Sofrem de alcoolismo
  • Estão grávidas
  • São mais velhos ou idosos (telangiectasias são mais propensos a se formar em peles idosas)
  • Têm rosácea, esclerodermia, dermatomiosite ou lúpus eritematoso sistêmico (LES)
  • Uso de corticosteróides

Quais são as causas?

A causa exata da telangiectasia é desconhecida. Os pesquisadores acreditam que várias causas podem contribuir para o desenvolvimento de telangiectasias. Essas causas podem ser genéticas, ambientais ou uma combinação de ambas. Acredita-se que a maioria dos casos de telangiectasia são causados pela exposição crônica ao sol ou temperaturas extremas. Isso ocorre porque eles geralmente aparecem no corpo onde a pele é muitas vezes exposta à luz solar e ar.

 

Outras causas possíveis incluem:

  • Alcoolismo: isso pode afetar o fluxo de sangue em vasos e pode causar doença hepática
  • Gravidez: a gravidez aplica frequentemente grandes quantidades de pressão sobre as vénulas
  • Envelhecimento: envelhecimento dos vasos sanguíneos pode começar a enfraquecer
  • Rosácea: amplia as vênulas do rosto, criando uma aparência corada nas bochechas e nariz
  • Uso habitual de corticosteróides: afina a pele
  • Esclerodermia: endurece e contrai a pele
  • Dermatomiosite: inflama a pele e o tecido muscular subjacente
  • Lúpus eritematoso sistêmico: pode aumentar a sensibilidade da pele à luz solar e temperaturas extremas

As causas da telangiectasia hemorrágica hereditária são genéticas. Pessoas com HHT herdam a doença de pelo menos um dos pais. Cinco genes são suspeitos de causar HHT, e três são conhecidos. As pessoas com HHT recebem um gene normal e um gene mutado ou dois genes mutados (só é necessário um gene mutado para causar HHT).

 

Como os médicos diagnosticam Telangiectasia?

Os médicos podem confiar nos sinais clínicos da doença. Telangiectasia é facilmente visível a partir do quadro onde aparecem linhas vermelhas sobre a pele. Em alguns casos, os médicos podem querer certificar-se de que não há nenhum transtorno subjacente. As doenças associadas à telangiectasia incluem:

  • HHT (também chamada síndrome de Osler-Weber-Rendu): uma desordem hereditária dos vasos sanguíneos na pele e nos órgãos internos que podem causar sangramento excessivo
  • Doença de Sturge-Weber: uma desordem rara que causa uma marca de nascimento tipo mancha de vinho do porto e problemas do sistema nervoso
  • Angiomas de aranha: uma coleção anormal de vasos sanguíneos perto da superfície da pele
  • Xeroderma pigmentosa: uma condição rara em que a pele e os olhos são extremamente sensíveis à luz ultravioleta

HHT ( telangiectasia hemorrágica hereditária) pode causar a formação de vasos sanguíneos anormais chamados malformações arteriovenosas (AVMs). Estes podem ocorrer em várias áreas do corpo. Estas AVMs permitem conexão direta entre artérias e veias sem capilares intervenientes. Isso pode resultar em hemorragia (hemorragia grave). Este sangramento pode ser mortal se ocorrer no cérebro, fígado ou pulmões.

Para diagnosticar HHT (telangiectasia hemorrágica hereditária), os médicos podem realizar uma ressonância magnética ou uma tomografia computadorizada para procurar sangramento ou anormalidades dentro do corpo.

 

Tratamento de Telangiectasia

O tratamento centra-se na melhoria da aparência da pele. Diferentes métodos incluem:

  • Laser terapia: laser no local (isso geralmente envolve pouca dor e tem um curto período de recuperação)
  • Cirurgia: vasos alargados podem ser removidos (isso pode ser muito doloroso e pode precisar de uma recuperação longa)
  • Escleroterapia: se concentra em causar danos ao revestimento interno do vaso sanguíneo, injetando-o com uma solução química que causa um coágulo de sangue que colapsa, engrossa ou cicatrizes da vênula (normalmente não há recuperação necessária, embora possa haver algumas restrições temporárias de exercício)

 

O tratamento para HHT (telangiectasia hemorrágica hereditária) pode incluir:

  • Embolização (um procedimento para bloquear ou fechar um vaso sanguíneo)
  • Terapia a laser para parar o sangramento
  • Cirurgia

 

Qual é a perspectiva para a cura da Telangiectasia?

O tratamento pode melhorar a aparência da pele. Aqueles que têm tratamento podem esperar levar uma vida normal após a recuperação. Dependendo das partes do corpo onde estão localizadas, as pessoas com HHT (telangiectasia hemorrágica hereditária) também podem ter uma vida normal.

 

Gostou desse artigo? Conseguiu entender melhor o que é telangiectasia? Ficou com alguma dúvida?
Deixe o seu comentário abaixo desse post. Isso irá me ajudar a criar mais conteúdo relevante pra você.

Aproveite também e conheça o meu Curso Online de Drenagem Linfática EM PROMOÇÃO. Basta clicar aqui ou no banner abaixo:

Post-Facebook-1

 

Efeitos Nocivos da Exposição ao Sol

Todos nós gostamos bastante de curtir um dia ensolarado, mas você conhece os efeitos nocivos da exposição ao sol ?

O principal fator de risco para queimaduras solares, envelhecimento prematuro da pele, danos à pele e câncer de pele é a exposição à luz ultravioleta do Sol . Mais de 90% dos cancros (tumores) de pele são causadas por exposição ao sol. O uso de câmaras de bronzeamento e lâmpadas de bronzeamento também aumenta o risco de danos à pele e câncer de pele.

O risco de danos à pele e câncer de pele está relacionado com o número de queimaduras solares que uma pessoa experimenta ao longo de sua vida. As seguintes características físicas também aumentam os riscos de queimaduras solares, os danos à pele, e câncer de pele:

  • Pessoas que possuem cabelos loiros ou ruivos naturais
  • Pessoas que têm olhos azuis ou verdes
  • Pele muito clara

O risco de danos à pele e câncer de pele é maior em pessoas com pele mais clara. No entanto, as pessoas que têm pele mais escura também devem proteger-se do sol para reduzir a exposição da vida aos raios UV prejudiciais e ajudar a prevenir os danos da pele e câncer de pele. O número de câncer de pele ocorre com maior incidência em pessoas mais velhas e em homens.

Pinta na Pele | Efeitos Nocivos da Exposição ao Sol

Pessoas com pintas ou manchas castanhas de tamanhos grandes e irregulares devem ficar atentas.

Certos medicamentos (por exemplo, antibióticos, antidepressivos, medicamentos contra acne [retinóides]) podem aumentar a sensibilidade ao sol .  Os pacientes devem falar com um médico sobre os medicamentos que podem tornar a pele mais sensível ao sol.

Ter um membro da família com câncer de pele aumenta o risco para a doença em adultos e também em crianças. É importante saber o que procurar e como monitorar a pele por mudanças significativas, como por exemplo, pintas assimétricas e feridas que não cicatrizam normalmente.

Efeitos Nocivos da Exposição ao Sol

O primeiro e mais óbvio sintoma de queimadura solar é  a vermelhidão da pele . Outros sintomas perceptíveis incluem dor aguda e sensação de calor que irradiam a partir da superfície da pele. Dor e desconforto frequente pioram por algumas horas após a exposição ao sol e a última de 12 a 48 horas.

Pequenas bolhas, que podem ser imperceptíveis, podem formar e levar a descamação da pele de alguns dias após a exposição. Queimaduras graves podem produzir bolhas maiores. Os pacientes não devem abrir ou estourar essas bolhas, pois isso pode aumentar o risco de infecção .

 

Sintomas

Outros sintomas menos comuns de queimadura solar incluem cólicas abdominais, fraqueza, sintomas de gripe, febre, calafrios, dor de cabeça, e  pulso rápido. Estes sintomas também podem ser sinais de estresse por calor ou insolação .

A infecção é uma complicação grave da queimadura solar , que requer tratamento médico imediato. Sinais de infecção incluem vermelhidão crescente, febre, ou um mau cheiro da pele.

Outros sintomas decorrentes dos efeitos nocivos da exposição ao sol que requerem tratamento imediato em uma criança que tem queimaduras solares incluem o seguinte:

  • Confusão
  • Desmaio
  • Dor de cabeça
  • Náusea
  • Empolamento grave
  • Dor forte
  • Vômitos

 

Gostou desse artigo? Deixe o seu comentário abaixo! Isso irá me ajudar a produzir mais conteúdo relevante para você.

Aproveite também e conheça o meu Curso Online de Drenagem Linfática. Basta clicar aqui ou no banner abaixo:

capa-curso-drenagem