Diagnósticos Archives | Esteticista Como Você

Category Archives for Diagnósticos

Impetigo: Saiba tudo sobre essa patologia

Olá!

Aqui é a Cris Marques do portal Esteticista como você e eu trouxe este artigo para auxiliar nos seus estudos e conhecimentos.

É importante ficar por dentro das doenças de pele mais comuns, dessa forma você poderá orientar a sua cliente ou qualquer pessoa próxima que apresente essas doenças de pele.

Deixe o seu comentário ao final desse artigo e me conte se te ajudou de alguma forma!

Boa leitura.

 

Você sabe o que é Impetigo?

 

Impetigo é uma erupção cutânea causada por bactérias, é uma doença de pele comum e altamente contagiosa.

Isso afeta principalmente crianças e bebês. Mas pessoas de qualquer idade podem obtê-lo do contato com alguém que está infectado.

No caso das crianças, afeta principalmente de 2 a 5 anos de idade.

A maior parte do impetigo é causada pela bactéria Staphylococcus Aureus, mas pode ser causada também pela bactéria do Streptococo do grupo A.

A infecção geralmente não é grave, mas às vezes complicações podem se desenvolver.

Antibióticos tópicos geralmente curam o impetigo em 7 a 10 dias.

Ele também pode melhorar sozinho em 2 a 4 semanas, mas se a pessoa que adquiriu a doença não tomar antibióticos pode ter um risco maior de desenvolver complicações.

 

Como aparece o impetigo?

A infecção é causada nas camadas mais externas da pele, na epiderme.

Esta erupção cutânea aparece como feridas ou bolhas castanhas e crocantes ao redor da área do nariz, boca, braços e pernas.

A infecção geralmente começa em pequenos cortes, picadas de insetos ou erupções cutâneas, como eczemas ou em qualquer lugar que há uma porta de entrada para as bactérias, mas também pode ocorrer em pele saudável.

Quando a pele está saudável e é infectada chamamos de impetigo primário, quando o impetigo é causado numa pele ferida é chamado de secundário.

Impetigo é uma doença antiga. O nome remonta à Inglaterra do século 14 e vem da palavra latina impetere, que significa “atacar”. Ataque parece um nome apropriado para essa infecção facilmente disseminada.

 

Contágio

As feridas abertas são altamente contagiosas, com coceira e às vezes dolorosas. Coçar as feridas pode espalhar a infecção de um lugar em sua pele para outro, ou para outra pessoa.

A infecção também pode se espalhar por qualquer coisa que uma pessoa infectada toque, ou seja, toalhas ou outros objetos.

Por se espalhar tão facilmente, o impetigo também é chamado de “doença escolar”. Ele pode se espalhar rapidamente de criança para criança em uma sala de aula ou creche, onde as crianças estão em contato próximo. Pela mesma razão, também se espalha facilmente nas famílias dessas crianças.

A higiene é fundamental para controlar a disseminação do impetigo. Se você ou seu filho tem impetigo, você precisa lavar e desinfetar tudo o que a infecção possa ter contato, incluindo roupas, roupas de cama, toalhas, brinquedos ou equipamentos esportivos.

Tratamento

O tratamento do impetigo é feito com cremes ou loções antibióticas e, nos casos mais graves, com antibióticos orais.

Os antibióticos tópicos geralmente podem eliminar o impetigo em dias, e encurtar o tempo do contágio da doença.

Um problema global

O impetigo é uma doença global que se manteve nos níveis de incidência nos últimos 45 anos. Estima-se que 162 milhões de crianças em todo o mundo têm impetigo a qualquer momento.

As bactérias prosperam em condições quentes e úmidas. Assim, o impetigo tende a ser sazonal, com pico no verão e outono nos climas do norte. Mas em climas quentes e úmidos, pode ocorrer durante todo o ano.

O impetigo é mais prevalente nos países em desenvolvimento e nas áreas pobres dos países industrializados. Uma revisão de 2015 do impetigo encontrou a maior incidência nos 14 países da Oceania. Esse mesmo estudo recomendou que mais pesquisas e mais atenção seja dada ao impetigo como problema de saúde pública.

 

Sintomas comuns de impetigo

Manchas avermelhadas na pele, geralmente agrupadas em torno do nariz e dos lábios, são o primeiro sinal do tipo mais comum de impetigo.

As feridas rapidamente se transformam em bolhas, escorrer e estourar e formar uma crosta amarelada. A crosta é frequentemente descrita como cor de mel. Os aglomerados de bolhas podem se expandir cobrindo a pele no local afetado.

As feridas causam coceira e às vezes são dolorosas. Após a fase de crosta, eles deixam marcas vermelhas que desaparecem sem deixar cicatrizes.

Os bebês geralmente têm um tipo de impetigo menos comum, com bolhas maiores ao redor da área da fralda ou nas dobras cutâneas. Essas bolhas cheias de fluido logo estouram, deixando um uma pele escamosa em formato de aro chamado de colarinho.

Impetigo pode ser desconfortável. Ocasionalmente, pode envolver glândulas inchadas na área do surto. Febre e glândulas inchadas podem ocorrer em casos mais graves

Agora que você sabe o que é impetigo, este artigo pode te ajudar a diagnosticar a doença e no caso de alguém próximo, seja da sua família ou cliente apresentar esses sintomas encaminhe para um médico.

Se você gostou dessa matéria deixe os seus comentários logo abaixo, eu vou gostar muito.

Conheça os cursos disponíveis do portal Esteticista como você e venha fazer parte da nossa turma, acesse www.esteticistacomovoce.com.br/cursos.

 

Poros Dilatados

 

Muitas pessoas reclamam da presença de poros ou óstios dilatados no rosto, causa inestética e até baixa autoestima.

Neste artigo você vai saber exatamente o caminho para se ver livre ou pelo menos disfarçar os poros dilatados.

Leia a matéria completa.

 

Poros dilatados

Muitas pessoas queixam-se de poros abertos, não sabem o que fazer ou o que usar para minimizar essa situação e você como profissional vai ter a chance de conhecer quais são as melhores indicações e tratamentos lendo essa matéria. Boa leitura!

 

Porque esse fenômeno ocorre em algumas pessoas e em outras não?

Os poros são pequenas aberturas na pele por onde saem os pelos e também a secreção das glândulas sudoríparas que são responsáveis pela produção do suor e das glândulas sebáceas que são responsáveis pela oleosidade.

Os poros são essenciais para a saúde da sua pele, fornecendo óleo para manter a pele macia e hidratada. No entanto, você não necessariamente quer ser lembrado de sua existência toda vez que se olha no espelho visualizando os poros dilatados.

Os poros aparecem mais quando estão infectados ou entupidos com óleo, fazendo com que pareçam maiores do que realmente são. Embora não seja possível “encolher” permanentemente os poros dilatados, há várias maneiras de torná-los menos perceptíveis.

Existem dois fatores principais que contribuem para poros dilatados: são a genética e a idade.

As pessoas que têm a pele naturalmente espessa e oleosa tendem a ter os poros maiores.

À medida que as pessoas envelhecem, os danos provocados pelo sol e a diminuição da elasticidade e do colágeno da pele podem causar a dilatação dos poros.

Com o passar do tempo a pele engrossa, a borda dos poros aumenta parecendo que são maiores.

O surgimento de comedões também são um grande contribuinte para grandes poros. Quando o poro fica entupido por sujeira e bactérias, o óleo dentro do poro começa a se acumular, fazendo com que o diâmetro do poro se expanda.

 

O que fazer para prevenir o surgimento de poros dilatados.

A aparência de poros grandes pode ser bastante reduzida de várias maneiras. Por exemplo, a limpeza dos poros de detritos, excesso de óleo e bactérias reduzirá significativamente sua proeminência.

Por isso é muito importante uma limpeza de pele profunda periódica, pelo menos uma vez por mês. Isso fará com que o grau de sujidade seja diminuído.

Outras medidas que melhoram a aparência da pele com poros dilatados é a aplicação de vitamina c tópica e o uso de ácido retinóico com porcentagem baixa para aplicação home care noturna.

Esses antioxidantes ajudam a pele a aumentar a produção de colágeno e elastina ao mesmo tempo em que afrouxam a sujeira e o óleo dos poros.

 

A esfoliação também pode minimizar a aparência de poros dilatados. Isso pode ser feito usando um esfoliante suave facial em casa ou aplicando sessões de Microdermoabrasão com profissional da estética. Microdermoabrasão é um tipo especial de peeling físico que esfrega suavemente a superfície da pele retirando as células mortas e excesso de queratina renovando a capa córnea e revelando uma pele mais macia e saudável por baixo.

 

Microdermoabrasão

 

 

 

Tratamento para os poros dilatados

Avanços no cuidado dermatológico e estético levaram ao desenvolvimento de uma série de tratamentos eficazes para poros dilatados. Se você ou suas clientes sofrem com esse problema, você pode se beneficiar dos seguintes tratamentos:

Aplicação de Luz intensa pulsada

 

A luz intensa pulsada também pode ser chamada de fotofacial, é um procedimento de 30 minutos em que intensos pulsos de luz são usados ​​para penetrar profundamente na pele.

A luz intensa pulsada (IPL) faz com que o colágeno e os vasos sanguíneos abaixo da epiderme se contraiam, reduzindo os poros dilatados, a vermelhidão e as linhas de expressão. O procedimento envolve apenas desconforto e pode ocorrer vermelhidão e inchaço após o tratamento desaparecem em breve.

A maioria dos benefícios da aplicação da Luz intensa pulsada aparece gradualmente nas semanas seguintes ao tratamento.

Para um aprimoramento cosmético ainda maior, os pacientes também podem optar por um Fotofacial RF que é um procedimento que combina ondas de rádio frequência com ondas de luz para alcançar excelentes resultados.

É necessário que o aparelho seja registrado pela Anvisa e seja aplicado por uma profissional habilitada da dermatologia ou estética.

Peelings Químicos

 

Outra medida importante é aplicação de peelings químicos

Um peeling químico é usado para remover as camadas externas danificadas da epiderme com uma solução ácida para melhorar a aparência e a textura da pele. Segundo a Academia Americana de Dermatologia, um peeling químico não pode alterar o tamanho dos seus poros, mas pode tornar os poros menos perceptíveis.

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, ou ASPS, as soluções utilizadas para peelings químicos são o fenol que é um peeling profundo aplicado por médicos, o ácido tricloroacético (TCA) ou o alfa-hidroxiácido (AHA) que podem ser aplicados num peeling superficial.

A fórmula usada pode ser ajustada para atender às necessidades do paciente. Os peelings superficiais de AHAs são fórmulas suaves que podem exigir uma série de aplicações, que são chamados de peelings seriados.

Essas aplicações seriadas com o peeling superficial precisam de algum tempo para que os resultados desejados sejam atingidos.

De acordo com o ASPS (Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos), o ácido glicólico é um AHA e este pode ser aplicado em forma sabonete para uma simples limpeza da pele ou sessões de peeling para melhorar a textura da pele.

Durante a maioria dos peelings químicos, é possível sentir uma sensação de calor que dura aproximadamente 10 minutos. No entanto, um peeling mais profundo pode ser doloroso e requer uma medicação para a dor durante e após o procedimento. AHA e peeling superficial de TCA têm um tempo de recuperação mínimo. Essas fórmulas mais suaves podem causar vermelhidão, irritação e ardência a curto prazo.

Uma sessão de aplicação do peeling superficial facial em cabine pode variar de 150,00 a 350,00 dependendo do número de sessões.

 

Microagulhamento

 

Microagulhamento é um processo onde minúsculas agulhas penetram na pele centenas de vezes e em várias direções. É um procedimento aplicado por esteticista ou médico habilitado.

O microagulhamento é usado para tratar todos os tipos de problemas de textura, desde cicatrizes de acne até poros dilatados. É uma terapia de indução de colágeno.

As agulhas criam feridas que desencadeiam uma “cascata de inflamação”, o mesmo processo de cura natural que ocorre quando o tecido da cicatriz é formado depois, como por exemplo um joelho arranhado.

As agulhas possuem pequenas profundidades fazendo com que o processo seja muito controlado.

Os resultados com a aplicação do microagulhamento para cicatrizes de acne e poros dilatados são promissores: um estudo de 2015 no Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology mostrou “um notável aumento na aparência da pele, cicatrizes pós-acne e satisfação do paciente” em todos os 10 pacientes após um tratamento com 6 sessões. E enquanto os lasers são mais propensos a causar hiperpigmentação acidental em tons de pele mais escuros, o microagulhamento não.

Os especialistas concordam que quanto maior a profundidade das agulhas maior é o risco de infecção e por isso é recomendável o uso de agulhas com 0,5, a construção de um novo colágeno é iniciada e os poros dilatados serão amenizados.

O valor da aplicação do microagulhamento facial pode variar de 250,00 a 500,00, dependendo do perfil do público e insumos utilizados.

Se você quer ser profissional qualificada, aprender de verdade e livrar você e suas clientes dos poros dilatados, venha conhecer os cursos com aulas em HD, todo o suporte para dúvidas e certificado.

 

Para o curso de peelings químicos clique no link abaixo:

https://www.esteticistacomovoce.com.br/curso-peeling

 

Para o curso de microagulhamento clique no link abaixo:

https://www.esteticistacomovoce.com.br/inscricoes-microagulhamento-2018

Disidrose – Um problema de pele muito frequente

O que é Disidrose e como tratá-la?

Hoje eu quero te passar algumas informações sobre um problema de pele cada vez mais comum e que ocorre principalmente nas mãos e nos pés.

Estou falando da Disidrose. Aproveite essas informações e caso você identifique esse problema da sua cliente pode orientá-la a procurar um médico dermatologista para confirmar o diagnóstico e iniciar o tratamento. Lembre-se de deixar o seu comentário ao final desse artigo, ok?

Boa leitura!

 

Definição

A disidrose, também conhecida como eczema disidrótico, é uma condição da pele na qual bolhas muito pequenas e cheias de líquido aparecem nas palmas das mãos e nas laterais dos dedos. As solas dos pés também podem ser afetadas.

As bolhas que ocorrem na disidrose geralmente duram cerca de três semanas e causam coceira intensa. Uma vez que as bolhas da disidrose secam, ocorre descamação na pele.

As bolhas geralmente se repetem em ciclos, às vezes antes que sua pele se cure completamente das bolhas anteriores.

O tratamento para a disidrose na maioria das vezes inclui cremes ou pomadas que são aplicadas na pele afetada.

Em casos graves, seu médico pode sugerir comprimidos de corticosteróides, como prednisona, ou ainda injeções.

 

Sintomas

As bolhas associadas à disidrose ocorrem mais comumente nas laterais dos dedos e nas palmas das mãos. Às vezes, as solas dos pés também podem ser afetadas.

As bolhas são geralmente pequenas, aproximadamente a largura de uma ponta de caneta bic e ficam agrupadas em cachos.

Em casos mais graves, as pequenas bolhas podem se fundir para formar bolhas maiores. A pele afetada pela disidrose pode ser dolorosa e com muita coceira irritante.

Quando as bolhas secam e se desprendem, o que ocorre em cerca de três semanas, a pele no local pode ficar vermelha e bem sensível.

A disidrose tende a recorrer regularmente por meses ou anos.

 

Quando marcar uma consulta médica?

Quando ocorrer uma erupção nas mãos ou nos pés que não desaparece sozinha é preciso agendar uma consulta para ter certeza do diagnóstico da disidrose.

 

Causas

A causa da disidrose é desconhecida. Pode estar associada a um distúrbio cutâneo semelhante denominado dermatite atópica, bem como algumas condições alérgicas.

As erupções podem aparecer frequentemente em pessoas com alergias nasais.

 

Fatores de risco

Fatores de risco para disidrose incluem:

A disidrose parece ser mais comum em momentos de estresse emocional ou físico.

 

Exposição a certos metais

Estes incluem cobalto e níquel – geralmente em um ambiente industrial.

 

Pele sensível

As pessoas que desenvolvem uma erupção cutânea após o contato com substâncias irritantes têm maior probabilidade de apresentar disidrose.

 

Eczema atópico. Algumas pessoas com alterações na barreira epidérmica podem desenvolver eczema disidrótico.

 

Complicações

Para a maioria das pessoas com disidrose, é apenas uma inconveniência com prurido (coceira).

Para outros, a dor e a coceira podem limitar o uso de suas mãos ou pés. O ato intenso de coçar pode aumentar o risco de infecções por bactérias no local afetado.

 

Prevenção

Como a causa da disidrose é geralmente desconhecida, não há maneira comprovada de prevenir essa condição. Você pode ajudar a evitar a disidrose, controlando o estresse e evitando a exposição a alguns metais, como cobalto e níquel.

Alguns cuidados com a pele podem prevenir o aparecimento da disidrose.

Incluem:

  • Usar sabonetes suaves e água morna para lavar as mãos e secar bem as mãos
  • Hidratante regularmente
  • Uso de luvas

 

» Dica da Cris:

Ao receber alguma cliente com esses sintomas e perceber que é disidrose, pode indicar o uso de loção com uréia que é um potente hidratante e umectante e a loção permeia mais facilmente na pele do que o creme.

A hidratação constante da pele é se suma importância para amenizar o problema.

 

Bem, termino esse artigo por aqui e espero que tenha te ajudado de alguma forma. Aproveitando que você está aqui, que tal conhecer um pouco mais sobre o Jato de Plasma?

Esse procedimento é extremamente eficiente e dentro desse curso eu ensino um método que pode fidelizar a sua cliente quase que instantaneamente, já na primeira sessão.

Eu desenvolvi um método que já ajudou e ainda ajuda milhares de alunas a conseguir resultados fantásticos com apenas uma única aplicação, clique no link abaixo

Mais informações

 

Aprenda a tratar o envelhecimento das mãos

Você sabe como identificar os sinais de Envelhecimento das Mãos ? Aprender a cuidar das mãos das suas clientes pode te trazer um enorme diferencial, afinal as mãos ficam expostas o tempo todo e denunciam a idade e também como você cuida delas.

Eu preparei esse artigo justamente para explicar como tratar os sinais do tempo que aparecem nas mãos das suas clientes. Espero que esse conteúdo te ajude de alguma forma e te peço que deixe o seu comentário ao final do artigo.

Boa leitura!

 

Sinais do envelhecimento nas mãos

Nos dias de hoje, a maioria das pessoas aplica alguma forma de protetor solar em nosso rosto, e talvez até no pescoço, mas muitas vezes nossas mãos são negligenciadas, mesmo que recebam uma exposição diária de sol.

A proteção solar é importante para suas mãos, tanto de forma médica como cosmética, porque pode ajudar a prevenir câncer de pele, manchas escuras e linhas finas.

Aliás, o envelhecimento das mãos é um dos sinais mais fáceis de identificar.

 

Porque as mãos denunciam a nossa idade?

Sinais de Envelhecimento nas Mãos e Pés

As mãos e os pés têm a menor quantidade de gordura subcutânea do corpo e por isso envelhecem mais rapidamente, isso faz com que a proteção solar adequada seja ainda mais importante. Afinal, nossas mãos muitas vezes ficam mais expostas ao sol do que o resto do corpo, especialmente quando você está dirigindo. Se você não as protege, elas certamente irão denunciar a sua idade.

Muitas vezes, quando um(a) cliente chega para realizar um tratamento de clareamento e rejuvenescimento, o problema já está avançado.

O ideal é que as pessoas comecem a usar protetor solar em suas mãos diariamente quando você é um jovem adulto ou um meio adolescente.

Felizmente hoje em dia temos uma infinidade de produtos cosméticos com ativos altamente rejuvenescedores, clareadores e protetores.

 

Quais são os melhores procedimentos para os cuidados com as mãos?

Microagulhamento com Dermaroller | Envelhecimento das Mãos

Um dos tratamentos mais procurados para o rejuvenescimento da pele nas mãos é o microagulhamento. Ele pode ser utilizado com um rolinho encrustado de agulhas chamado dermaroller.

Pelo fato da pele das mãos ser muito fina e ainda ser um local que quase não contém gordura, o mais indicado é a aplicação semanal de microagulhamento com dermaroller de 0,25 mm, assim poderá fazer o trabalho de regeneração celular e ainda potencializar a penetração de ativos mais profundamente na pele. Neste tratamento a(o) profissional esteticista poderá aplicar vitamina C, ácido hialurônico e fatores de crescimento em sérum ou fluído.

 

Como combater os sinais do Envelhecimento das Mãos ?

 

E você quer saber como remover manchas das mãos? Leia e siga essas dicas

New Skin Eletrocautério e Jato de Plasma | Envelhecimento das Mãos

Já para a eliminação de melanoses solares das mãos, mais conhecidas como manchas senis poderá ser feito com o jato de plasma ou eletrocautério.

O jato de plasma ou eletrocautério é um aparelho que emite um feixe de luz sobre a pele. A agitação das moléculas em altas temperaturas é tão grande que o gás (no caso o oxigênio) se transforma em plasma ou em alta frequência através da corrente elétrica, dependendo do aparelho a ser utilizado.

É preciso o uso de ativos despigmentantes 15 dias antes da aplicação do aparelho para que a pele esteja preparada para receber o procedimento, é importante também a aplicação antecedente de um anestésico tópico no local.

Após a aplicação, cria-se uma casquinha que deve ser cuidada com ativos regeneradores e em apenas uma única sessão é possível eliminar as manchas senis localizadas nas mãos.

É importante dominar a técnica do jato de Plasma para que o resultado seja realmente eficiente no combate ao envelhecimento das mãos.

 

Aprenda a tratar o envelhecimento das mãos

Você quer conhecer mais a respeito dos tratamentos indicados para o cuidado com as mãos?

Hoje eu ofereço 2 cursos super completos que podem te ajudar a tratar os sinais do tempo nas mãos da sua cliente, estou falando do Jato de Plasma e do Microagulhamento.

Para saber mais sobre esses cursos, basta clicar em dos links abaixo:

» Curso Online de Microagulhamento

Curso Online de Microagulhamento | Envelhecimento das Mãos

 

» Curso Online de Jato de Plasma

Curso Online de Microagulhamento | Envelhecimento das Mãos

Você sabe como clarear olheiras?

Muitas clientes sofrem com o aparecimento frequente de manchas escuras ao redor dos olhos e nesse artigo eu quero explicar como clarear olheiras, como elas se formam e também te dar uma dica super legal para você descobrir como entregar esses resultados para a sua cliente.  Esse tipo de tratamento é bastante procurado, por isso é muito importante que você domine essa técnica de clareamento de olheiras.

Ao final do artigo, deixe o seu comentário! A sua opinião é muito importante para mim. Boa leitura.

 

O que são olheiras?

Muitas vezes, é dito que o escurecimento da região periorbital são causados ​​por cansaço ou noites mal dormidas. Embora isso possa ser verdade, os genes também desempenham um papel importante aqui. Então, o que exatamente está acontecendo quando você tem círculos escuros por debaixo ou ao redor de seus olhos? Como clarear olheiras de uma maneira simples e eficiente?

Simplificando, os círculos escuros periorbitais são o resultado da fina camada de pele abaixo dos olhos mostrando os vasos sanguíneos e o sangue que eles contêm com mais clareza do que em qualquer outro lugar em seu corpo.

Para referência, esta pele em volta das pálpebras, denominada pele periorbital, é em média cerca de 0,5 mm de espessura em comparação com uma média de cerca de 2 mm de espessura na maior parte do resto do corpo.

Por isso, no curso que eu desenvolvi de Microagulhamento eu sempre recomendo que a aplicação do Dermaroller ou do Dermapen na região orbicular dos olhos seja muito suave e com agulhas de pouca profundidade.

Porque as veias parecem azuis

Agora, para que você saiba, a razão pela qual as veias muitas vezes parecem azuis não é porque o sangue dentro deles é azul, é porque a pele logo abaixo dos olhos é tão fina que em pessoas de pele clara o tecido subcutâneo só permite que os comprimentos de onda azul ou violeta da luz passem por ele.

Como resultado, apenas a luz azul é refletida de volta e as veias se parecem, bem azuladas.

As veias muitas vezes não aparecerão azuis se uma pessoa tiver uma pele mais escura.

Em vez disso, as veias tendem a aparecer verde ou marrom. Por outro lado, pessoas com pele extremamente branca, como albinos, geralmente terão veias que aparecem como roxo escuro ou vermelho escuro, mais parecido com a cor real do sangue que atravessa as veias.

Exatamente o que acontece com a pele abaixo dos olhos é que esses círculos azuis escuros são apenas o resultado da luz sendo refletida de volta dos vasos sanguíneos localizados logo abaixo da superfície, daquele pedaço de pele incrivelmente fino.

Esta é a mesma razão pela qual as contusões faciais são mais azuladas ou arroxeadas abaixo ou ao redor dos olhos. A pele fina apenas mostra o sangue dos vasos sanguíneos rompidos um pouco mais claramente.

Como clarear olheiras de uma maneira eficiente?

Estenda porque geralmente as pessoas mais idosas tem propensão à olheiras e bolsas

Como clarear olheiras

 

Só para que você saiba, à medida que envelhecemos, nossa pele perde sua elasticidade e capacidade de regeneração e como resultado torna-se mais fina e muitas vezes até esfarelada com o avanço da terceira idade.

É por isso que muitas vezes, as pessoas idosas terão círculos escuros periorbitais bastante importantes, independentemente do quanto essas pessoas dormem. Como com aqueles que são geneticamente predispostos a ter uma pele mais fina abaixo dos olhos, é apenas biologia.

 

Como clarear olheiras em pessoas de pele mais escura que podem sofrer com hiperpigmentação

Como clarear olheiras

Outra coisa que pode causar círculos escuros abaixo dos olhos é algo conhecido como hiperpigmentação periorbital, que é basicamente uma condição que resulta em mais melanina produzida pela pele abaixo dos olhos, resultando em uma cor mais escura. Esta é principalmente uma condição que afeta (ou é, pelo menos, mais perceptível) pessoas de pele mais escura.

De acordo com Pratik B Sheth do colégio médico e hospital na Índia, esta é uma das queixas mais comuns que os dermatologistas têm de lidar atualmente.

Os pacientes com pele mais escura são mais difíceis de serem tratados e isso levou a um crescente mercado de nichos de maquiagem para camuflar olheiras em pessoas com pele mais escura. Para clarear olheiras em pessoas de fototipos mais altos é necessário tomar alguns cuidados extras para evitar a hiperpigmentação.

Outro fator importante para o aparecimento das olheiras, mesmo que a pessoa não esteja geneticamente predisposta a elas é a oxidação do sangue escorrendo dos vasos sanguíneos periorbitários.

O que ocorre é que às vezes os vasos sanguíneos em volta dos olhos podem ser danificados, o sangue escapa e a pessoa fica com os olhos inchados e escuros formando-se círculos na parte inferior.

O problema é relativamente inofensivo e até mesmo os sofredores crônicos desse tipo de vazamento de sangue não precisam se preocupar demais com isso. Também é tecnicamente reversível com o tratamento certo, embora as mudanças no estilo de vida sejam frequentemente recomendadas antes de considerar a opção pela cirurgia para retirada de bolsas e olheiras.

 

Inchaços são mais comuns do que a gente imagina

Como clarear olheiras

Outro problema que anda de mãos dadas com os círculos escuros periorbitais é o inchaço nessa região, também conhecido por bolsas abaixo dos olhos. Então veja bem que não se trata apenas de clarear olheiras, às vezes temos que diminuir o inchaço ao redor dos olhos também.

Em jovens, isso é quase sempre causado pelo acúmulo de líquido abaixo dos olhos, seja devido a doenças, alergias ou simplesmente consumo excessivo de sal, o que pode resultar em manter o líquido mais fluido do que o normal.

Isso pode aumentar a pressão sobre a pele e vasos sanguíneos ao redor dos olhos, o que pode expandir os vasos sanguíneos mais perto da superfície da pele, fazendo círculos escuros aparecerem com mais frequência.

A bolsa logo abaixo dos olhos também pode ser resultado da idade avançada.

Bolsas abaixo dos olhos

Agora vai uma pergunta interessante: Essas olheiras podem ser causadas por fadiga e, em caso afirmativo, por quê?

Bem, a resposta é: às vezes.

Então, por que exatamente as pessoas que apresentam cansaço ficam com olheiras?

Não é a falta de sono que torna sua pele mais fina, certo?

A resposta é: Quando o corpo está com pouca energia, age com um sinal de alerta. Portanto para você entender de verdade como clarear olheiras, é preciso analisar o momento em que a sua cliente está com as olheiras.

Quando o corpo está cansado, a produção do cortisol químico é dramaticamente aumentada para ajudar a fornecer a energia necessária para que a pessoa continue acordada.

Entre muitas outras coisas, o cortisol realmente aumenta o volume de sangue em seu corpo, o que faz com que os vasos sanguíneos (incluindo os que estão abaixo dos olhos) engrossem para acomodá-lo.

Como já mencionamos, os círculos escuros são principalmente causados ​​pelos nossos vasos sanguíneos, (sangue através da nossa pele), então é lógico que, quando esses vasos sanguíneos estão grossos, eles se tornam mais fáceis de serem vistos, mesmo em pessoas que possuem uma pele mais espessa abaixo dos olhos.

Então, seja por herança de genes ou cansaço pela falta de sono ou muito estresse, a culpa do surgimento de olheiras ainda é dos pais, pois o cortisol promove a acumulação de gordura. Portanto, a sua falta de sono provavelmente contribui para mais do que apenas problemas estéticos sob os olhos.

 

Outros fatores que causam olheiras

Para entender como clarear olheiras de uma forma eficiente, é preciso conhecer os fatores que podem causar o aparecimento das olheiras.

Outras causas que podem contribuir para o surgimento de olheiras além da genética, idade e cansaço incluem:

Medicação que faz com que os vasos sanguíneos se dilatem, o ato de esfregar os olhos excessivamente e doenças do fígado.

As olheiras acastanhadas são decorrentes da hemociderina, que é um depósito de ferro do sangue. É o mesmo caso das pessoas com má-circulação, que apresentam nas pernas manchas arroxeadas.

A hemossiderina é um pigmento anormal microscópico de origem endógena, encontrado no corpo humano e no de outros animais. Possui uma coloração acastanhada, sendo resultante da degradação de hemácias.

É composto de óxido de ferro e pode se acumular em diferentes partes do corpo, incluindo a região periorbital.

O ferro é necessário para muitas das reações químicas do corpo, mas é tóxico quando não estiver adequadamente contido. Os humanos tipicamente armazenam ferro no interior de uma proteína chamada ferritina. A forma do ferro na ferritina é o ferro III. Ao se ligar com a ferritina, o ferro se torna solúvel em água.

Estes depósitos de ferro são chamados hemossiderina. Embora estes depósitos frequentemente não causem sintomas, eles podem causar uma lesão ao órgão.

 

Você já ouviu falar no ácido tioglicólico?

Como clarear olheiras

 

O que preciso saber pára aprender como clarear olheiras?

O ácido tioglicólico é utilizado no peeling químico e é o único que funciona para o clareamento em pigmentos na pele derivados do sangue.

As olheiras tratadas com ácido tioglicólico também podem ser suavizadas com despigmentantes para melanina.

E não se assuste, pois o ácido tioglicólico tem um odor bastante desagradável, mas a sua eficiência compensa essa característica.

Venha aprender como clarear olheiras com o ácido tioglicólico através de 5 sessões reais em sequência e comentadas passo a passo, inclusive com fotos do antes e depois de cada sessão.

Esse tratamento faz parte do Curso Online de Peelings Químicos, onde eu demonstro em mais de 60 vídeo aulas diversos protocolos e também todo o embasamento científico necessário para você trabalhar com Pellings Químicos com toda segurança.

Espero que esse artigo tenha te ajudado de alguma forma e se você quiser se aprofundar no tema Peelings Químicos, será um prazer ter você na nossa turma.

 

Deixe seu comentário abaixo e se você gostou desse artigo, compartilhe com as colegas de profissão.

Um grande beijo e até a próxima.

 

 

Xantelasma: Saiba mais sobre essa patologia

Olá, nesse artigo eu quero te explicar o que é XANTELASMA, uma patologia de pele que incomoda bastante as nossas clientes. Leia o artigo até o final e lembre-se de deixar a sua opinião sobre o tema, ok?

Boa leitura!

 

Definição

O termo xantelasma é derivado do grego xanthos (amarelo) e do elasma (placa de metal batido).

É um transtorno comum que se desenvolve na superfície anterior da pálpebra e é considerado como uma alteração do metabolismo local das gorduras que produz depósitos de lipoproteínas.

Se apresentam como placas amareladas, geralmente dos dois lados da face, localizadas no canto médio das pálpebras superiores e inferiores.

Eu vou te explicar melhor:

As células do sangue chamadas de monócitos migram para a pele desenvolvendo o papel de fagocitose.

 

Como se forma o Xantelasma

Quando os monócitos migram para a pele mudam o nome para fagócitos. Essas células combatem corpos estranhos, mas ao migrar para a pele elas estão carregadas de lipídeos e instalam-se na derme superficial e nos tecidos, e esses lipídeos são gorduras que se acumulam formando as bolsinhas que se denominam xantelasmas.

Quando o colesterol está alto os lipídeos encontram-se em maior quantidade formando o xantelasma.

 

 

Epidemiologia

Eles ocorrem mais frequentemente em pessoas idosas. As mulheres no climatério são as mais afetadas.

Uma maior incidência também é observada em pacientes com diabetes, níveis elevados de lipoproteínas plasmáticas ou más condições do ducto biliar.

 

Sintomatologia

Os pacientes são assintomáticos, ou seja, não possuem sintomas.

Tratamento e prognóstico:

As placas podem ser removidas cirurgicamente, cauterizadas ou tratadas com cirurgia a laser.

A incidência de recorrência é alta, o tratamento é indicado por razões estéticas.

Quando estas lesões são removidas, o cirurgião deve ter cuidado para não remover muito tecido das pálpebras, porque haveria um risco de uma cicatriz hipertrófica.

Outras opções de tratamento incluem excisão cirúrgica com blefaroplastia, ablação por laser de CO2, aplicação tópica de ácido tricloroacético (TCA) a 100% e crioterapia.

Uma extensão de profundidade pode ser encontrada até o músculo orbicular dos olhos, caso em que o tratamento superficial ablativo não terá sucesso.

A lesão não responderá aos tratamentos ablativos superficiais.

O xantelasma pode ser macio, quase sólido ou muito sólido, nas pálpebras superiores são muito mais frequentes do que nas pálpebras inferiores. Podem se tornar permanentes.

A restrição alimentar de gorduras apenas controla a evolução do xantelasma.

 

Quais são as complicações pós tratamento?

No caso de cirurgia pode ocorrer cicatrizes hipertróficas e no caso de co2 ou aplicação do TCA pode ocorrer hipopigmentação no local.

As lesões podem não responder às técnicas de ablação superficial.

 

Gostou desse artigo?

Espero que tenha agregado algum conhecimento na sua carreira. Deixe o seu comentário ou recomende esse conteúdo para uma amiga da área, dessa forma estamos contribuindo para o crescimento da nossa profissão.

Para tratar essa e muitas outras patologias da pele, eu ofereço diversos cursos online na área de estética, dentre eles: Microagulhamento, Jato de Plasma, Peelings Químicos, Drenagem Linfática e Lipoescultura Manual.

Para conhecer todos os cursos e ficar apta a entregar excelentes resultados para as suas clientes acesse o link abaixo:

Quero conhecer os cursos