Poros Dilatados | Esteticista Como Você

Poros Dilatados

 

Muitas pessoas reclamam da presença de poros ou óstios dilatados no rosto, causa inestética e até baixa autoestima.

Neste artigo você vai saber exatamente o caminho para se ver livre ou pelo menos disfarçar os poros dilatados.

Leia a matéria completa.

 

Poros dilatados

Muitas pessoas queixam-se de poros abertos, não sabem o que fazer ou o que usar para minimizar essa situação e você como profissional vai ter a chance de conhecer quais são as melhores indicações e tratamentos lendo essa matéria. Boa leitura!

 

Porque esse fenômeno ocorre em algumas pessoas e em outras não?

Os poros são pequenas aberturas na pele por onde saem os pelos e também a secreção das glândulas sudoríparas que são responsáveis pela produção do suor e das glândulas sebáceas que são responsáveis pela oleosidade.

Os poros são essenciais para a saúde da sua pele, fornecendo óleo para manter a pele macia e hidratada. No entanto, você não necessariamente quer ser lembrado de sua existência toda vez que se olha no espelho visualizando os poros dilatados.

Os poros aparecem mais quando estão infectados ou entupidos com óleo, fazendo com que pareçam maiores do que realmente são. Embora não seja possível “encolher” permanentemente os poros dilatados, há várias maneiras de torná-los menos perceptíveis.

Existem dois fatores principais que contribuem para poros dilatados: são a genética e a idade.

As pessoas que têm a pele naturalmente espessa e oleosa tendem a ter os poros maiores.

À medida que as pessoas envelhecem, os danos provocados pelo sol e a diminuição da elasticidade e do colágeno da pele podem causar a dilatação dos poros.

Com o passar do tempo a pele engrossa, a borda dos poros aumenta parecendo que são maiores.

O surgimento de comedões também são um grande contribuinte para grandes poros. Quando o poro fica entupido por sujeira e bactérias, o óleo dentro do poro começa a se acumular, fazendo com que o diâmetro do poro se expanda.

 

O que fazer para prevenir o surgimento de poros dilatados.

A aparência de poros grandes pode ser bastante reduzida de várias maneiras. Por exemplo, a limpeza dos poros de detritos, excesso de óleo e bactérias reduzirá significativamente sua proeminência.

Por isso é muito importante uma limpeza de pele profunda periódica, pelo menos uma vez por mês. Isso fará com que o grau de sujidade seja diminuído.

Outras medidas que melhoram a aparência da pele com poros dilatados é a aplicação de vitamina c tópica e o uso de ácido retinóico com porcentagem baixa para aplicação home care noturna.

Esses antioxidantes ajudam a pele a aumentar a produção de colágeno e elastina ao mesmo tempo em que afrouxam a sujeira e o óleo dos poros.

 

A esfoliação também pode minimizar a aparência de poros dilatados. Isso pode ser feito usando um esfoliante suave facial em casa ou aplicando sessões de Microdermoabrasão com profissional da estética. Microdermoabrasão é um tipo especial de peeling físico que esfrega suavemente a superfície da pele retirando as células mortas e excesso de queratina renovando a capa córnea e revelando uma pele mais macia e saudável por baixo.

 

Microdermoabrasão

 

 

 

Tratamento para os poros dilatados

Avanços no cuidado dermatológico e estético levaram ao desenvolvimento de uma série de tratamentos eficazes para poros dilatados. Se você ou suas clientes sofrem com esse problema, você pode se beneficiar dos seguintes tratamentos:

Aplicação de Luz intensa pulsada

 

A luz intensa pulsada também pode ser chamada de fotofacial, é um procedimento de 30 minutos em que intensos pulsos de luz são usados ​​para penetrar profundamente na pele.

A luz intensa pulsada (IPL) faz com que o colágeno e os vasos sanguíneos abaixo da epiderme se contraiam, reduzindo os poros dilatados, a vermelhidão e as linhas de expressão. O procedimento envolve apenas desconforto e pode ocorrer vermelhidão e inchaço após o tratamento desaparecem em breve.

A maioria dos benefícios da aplicação da Luz intensa pulsada aparece gradualmente nas semanas seguintes ao tratamento.

Para um aprimoramento cosmético ainda maior, os pacientes também podem optar por um Fotofacial RF que é um procedimento que combina ondas de rádio frequência com ondas de luz para alcançar excelentes resultados.

É necessário que o aparelho seja registrado pela Anvisa e seja aplicado por uma profissional habilitada da dermatologia ou estética.

Peelings Químicos

 

Outra medida importante é aplicação de peelings químicos

Um peeling químico é usado para remover as camadas externas danificadas da epiderme com uma solução ácida para melhorar a aparência e a textura da pele. Segundo a Academia Americana de Dermatologia, um peeling químico não pode alterar o tamanho dos seus poros, mas pode tornar os poros menos perceptíveis.

De acordo com a Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos, ou ASPS, as soluções utilizadas para peelings químicos são o fenol que é um peeling profundo aplicado por médicos, o ácido tricloroacético (TCA) ou o alfa-hidroxiácido (AHA) que podem ser aplicados num peeling superficial.

A fórmula usada pode ser ajustada para atender às necessidades do paciente. Os peelings superficiais de AHAs são fórmulas suaves que podem exigir uma série de aplicações, que são chamados de peelings seriados.

Essas aplicações seriadas com o peeling superficial precisam de algum tempo para que os resultados desejados sejam atingidos.

De acordo com o ASPS (Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos), o ácido glicólico é um AHA e este pode ser aplicado em forma sabonete para uma simples limpeza da pele ou sessões de peeling para melhorar a textura da pele.

Durante a maioria dos peelings químicos, é possível sentir uma sensação de calor que dura aproximadamente 10 minutos. No entanto, um peeling mais profundo pode ser doloroso e requer uma medicação para a dor durante e após o procedimento. AHA e peeling superficial de TCA têm um tempo de recuperação mínimo. Essas fórmulas mais suaves podem causar vermelhidão, irritação e ardência a curto prazo.

Uma sessão de aplicação do peeling superficial facial em cabine pode variar de 150,00 a 350,00 dependendo do número de sessões.

 

Microagulhamento

 

Microagulhamento é um processo onde minúsculas agulhas penetram na pele centenas de vezes e em várias direções. É um procedimento aplicado por esteticista ou médico habilitado.

O microagulhamento é usado para tratar todos os tipos de problemas de textura, desde cicatrizes de acne até poros dilatados. É uma terapia de indução de colágeno.

As agulhas criam feridas que desencadeiam uma “cascata de inflamação”, o mesmo processo de cura natural que ocorre quando o tecido da cicatriz é formado depois, como por exemplo um joelho arranhado.

As agulhas possuem pequenas profundidades fazendo com que o processo seja muito controlado.

Os resultados com a aplicação do microagulhamento para cicatrizes de acne e poros dilatados são promissores: um estudo de 2015 no Journal of Clinical and Aesthetic Dermatology mostrou “um notável aumento na aparência da pele, cicatrizes pós-acne e satisfação do paciente” em todos os 10 pacientes após um tratamento com 6 sessões. E enquanto os lasers são mais propensos a causar hiperpigmentação acidental em tons de pele mais escuros, o microagulhamento não.

Os especialistas concordam que quanto maior a profundidade das agulhas maior é o risco de infecção e por isso é recomendável o uso de agulhas com 0,5, a construção de um novo colágeno é iniciada e os poros dilatados serão amenizados.

O valor da aplicação do microagulhamento facial pode variar de 250,00 a 500,00, dependendo do perfil do público e insumos utilizados.

Se você quer ser profissional qualificada, aprender de verdade e livrar você e suas clientes dos poros dilatados, venha conhecer os cursos com aulas em HD, todo o suporte para dúvidas e certificado.

 

Para o curso de peelings químicos clique no link abaixo:

https://www.esteticistacomovoce.com.br/curso-peeling

 

Para o curso de microagulhamento clique no link abaixo:

https://www.esteticistacomovoce.com.br/inscricoes-microagulhamento-2018